Deputado Federal Alexandre Valle é contra a CPMF

Alexandre Valle diz não ao retorno da CPMF Deputado afirma que votará contra a recriação do imposto, assim como aumento de tributos q...

Alexandre Valle diz não ao retorno da CPMF

Deputado afirma que votará contra a recriação do imposto, assim como aumento de tributos que oneram ainda mais o bolso dos trabalhadores

O deputado federal Alexandre Valle (PRP-RJ) votará contra a recriação da CPMF, e o aumento de impostos. O parlamentar afirma que, como representante do Estado do Rio de Janeiro, especialmente Itaguaí, defende que o governo federal encontre outros meios de arrecadação, sem empurrar a conta da crise econômica para o cidadão pagar.
“Tenho muito respeito pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, mas ele equivocou-se ao dizer que o povo aceita pagar um pouco mais de impostos para o país voltar a crescer. Não aceita. O que todos querem, neste momento, é que o governo aperte os próprios cintos também, pois a população está cortando todos os gastos possíveis em virtude da inflação e do desemprego. O que todos queremos é uma reforma tributária, essencial para reduzir essa carga elevadíssima de impostos que contribuem para aumentar o preço dos produtos e dos serviços”, afirma Alexandre.
Ainda de acordo com o deputado, “as famílias exigem o corte de gastos na máquina pública para que o governo realmente demonstre que está preocupado e compromissado no cumprimento de todas as promessas feitas na época da campanha eleitoral”.
O parlamentar cita pesquisa do Instituto Data Popular, na qual 68% dos brasileiros acreditam que já pagam muito imposto e 69% não veem retorno nos tributos que pagam. Destaca também outro levantamento, da CNI/Ibope, mostrando que 44% dos entrevistados afirmam ter sido atingidos diretamente pelo desemprego ou alguém de sua família perdeu o emprego nos últimos 12 meses.
“Diante de uma realidade tão massacrante para a população, em todas as regiões do país, não posso concordar que o governo federal coloque a mão no bolso do contribuinte para tirar mais dinheiro por meio de impostos. Outras soluções devem ser apresentadas ao país rapidamente, pois a sociedade tem sido massacrada com a crise econômica”, conclui o deputado.

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item