Nisan afirma: Não existe oposição

Jornal Atual, 29 de Janeiro de 2009

Eleito com 2.214 votos, o vereador Nisan César (PV) retorna à Câmara de Vereadores de Itaguaí evitando alimentar a polêmica sobre a formação de uma oposição ao prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho. "Não existe oposição", declarou Nisan, em entrevista ao ATUAL. Para ele, falar disso seria prematuro, pois as atividades parlamentares ainda não começaram no município.

ATUAL - Como o senhor avalia a formação de um grupo de oposição ao prefeito Charlinho?

Vereador Nisan César – Não há resposta para essa pergunta. Ainda nem começaram as sessões na Câmara de Vereadores para podermos avaliar se haverá ou não oposição ao prefeito. É muito cedo ainda.

Mas, na cerimônia de posse, no início do mês, a impressão foi a de que dois grupos distintos se formaram: um contra e outro a favor do prefeito.

Isso não é verdade. Nossa relação com o prefeito, nos quatro anos passados, foi maravilhosa. Ele é trabalhador e está aberto ao diálogo. É claro que existem algumas coisas a serem ajustadas na cidade. Isso é normal.

Em seu discurso de posse, o senhor se mostrou preocupado com a possível instalação do Porto Sudeste, na Ilha da Madeira. O senhor acredita que essa é uma questão que já vem polarizando os vereadores?

Eu não disse que sou contra, nem a favor. Somente falei que são necessários estudos e discussões prévias para a realização da obra. Por acaso, estou agora na Ilha da Madeira com um grupo de engenheiros da LLX (empresa de logística portuária que pretende construir e operar o Porto Sudeste). Como não sou engenheiro nem biólogo, preciso da assessoria de pessoas que me esclareçam o projeto.

Na reunião da LLX com a comunidade da Ilha da Madeira, o vereador Toni Coelho disse que há dois grupos de vereadores na cidade: uns contra e outros a favor do progresso. O que tem a dizer sobre essa declaração?

Estou há oito anos na Câmara. Temos colegas com mais de 30 anos de Casa. O vereador Toni Coelho está há três semanas como vereador e essas atitudes são naturais de quem está começando. Entendo a posição do colega, que tem de vender seu peixe.

Existe alguma possibilidade de criação de alguma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar irregularidades em setores como o da Saúde, por exemplo, que vem sendo alvo de críticas?

De maneira nenhuma. Uma CPI só em último caso. Hoje não estamos nem pensando em CPI. Vamos, sim, conversar com o secretário de Saúde e com o prefeito para levantar questões, mas não vejo motivos para brigas. Repito: por enquanto não existe oposição nem situação em Itaguaí.

Comentários

  1. Todos vendidos. Certamente por um bom preço.

    ResponderExcluir
  2. Existe oposição sim. Agora é declarado.

    Com certeza não estão vendidos amigo. Acompanhe as últimas postagens do blog.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Ele deve ter falado isso por causa desse povo que só sabe dizer que o Charlinho é Rei. Eu acho que se ele for Rei, é um absolutista. Todo poder nas mãos do Rei!!!!! Mas agora o bicho vai pegar mesmo, ele tem oposição sim. Eu apóio os oposicionistas. Charlinho está de parabéns por quase tudo que fez e que faz mas não pode ser tá centralizador assim não. valeu pelo espaço

    ResponderExcluir
  4. Nisan, um dos maiores "muros"da camara... o seu tio que o diga...rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. COMO ASSIM
    EXPLIQUE MELHOR

    ResponderExcluir
  6. Na primeira oportunidade, ele abandonou o seu tio, passando para base governista assim que Charlinho assumiu. Afinal ele só é vereador hoje, graças à popularidade de Benedito, na época é claro! Pois se você não o conhecia na época, pergunte à qualquer um para saber como ele era querido nesta cidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário