Estudantes do Curso Normal do Colégio Estadual Clodomiro Vasconcelos estão sem aulas de Física e Química

Que educadores serão esses? Preocupado com a carreira da filha, o mototaxista Jesse Almeida Ribeiro, procurou a redação do Jornal ATUAL pa...

Que educadores serão esses?

Preocupado com a carreira da filha, o mototaxista Jesse Almeida Ribeiro, procurou a redação do Jornal ATUAL para denunciar a falta de professores no Colégio Estadual Clodomiro Vasconcelos. Jesse disse que não interferiu na opção da filha, de seguir a carreira de educadora, mas se sente angustiado em saber que sua filha começa muito mal no que se refere à preparação para o mercado de trabalho. Ele contou que desde o início das aulas do primeiro ano da turma de formação de professores (Normal), que a filha está cursando, não há professor de Física.
As aulas de Química, por outro lado, só aconteceram até julho. “Não sei mais a quem recorrer. Na escola ninguém sabe informar, na coordenadoria, dizem que o problema é do estado. O que não pode é minha filha e outros alunos no fim do ano ser aprovados e no próximo ano pagar um disciplina que já poderiam ter sido concluída”, desabafou.
Normalistas do primeiro ano, que preferiram não se identificar, reclamaram ao ATUAL que estão se sentindo prejudicadas, já que foram informadas pela direção de que na disciplina de Química as notas serão repetidas do primeiro semestre. O problema é que a maioria da turma está com nota vermelha, o que, segundo elas, implica a reprovação automática. “Acredito que esse ano está perdido. Ano que vem vou para outro colégio e sei que vou ficar dependente dessas matérias cujas aulas não tive”, declarou uma estudante.

Alunos prejudicados terão aulas extras

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou que trabalha, atualmente, com carências pontuais de professores, ocasionadas por licenças, exonerações ou aposentadorias. A assessoria de imprensa do órgão informou que os casos estão sendo contornados com o pagamento de Gratificação por Lotação Prioritária, que são as horas extras, ou com a convocação de concursados. A reposição da carga horária e dos conteúdos será através de aulas extras, levando em conta a existência de espaços livres nas unidades escolares e disponibilidade de horário dos professores. A direção de cada unidade será orientada a elaborar um planejamento específico para sua necessidade e implantá-lo ainda neste segundo semestre.

Comissão vai apurar

Acionada pela reportagem, a Comissão de Educação da Assembléia Legislativa do estado reconheceu que há carência de professores em várias unidades do estado. Através de sua assessoria de imprensa, o deputado Comte Bittencourt disse que vai entrar em contato com as autoridades do estado para conhecer o problema de perto. A assessoria aproveitou para divulgar o número do serviço Disque Educação, através do qual a população pode fazer reclamações: 0800-2821559 (atendimento de segunda à sexta, de 9h às 18h). A assessoria adiantou que a expectativa do parlamentar é que o concurso para a contratação de novos professores, realizado em 2008, solucione carências como as de Itaguaí.

Jornal Atual, 07 de Novembro de 2009.

Postar um comentário

  1. Tem um e-mail que não sei se traz uma notícia verdadeira, que se for verdade, seria a solução para esse problema:

    O Senador Cristóvão Buarque montou um projeto de lei que obriga os políticos a colocarem seus filhos em escolas públicas enquanto exercerem mandato.

    Se isso estivesse acontecendo hoje, o Clodomiro não estaria com falta de professores.

    Mas mesmo com tudo isso, talvez ainda faltaria professor, afinal com um salário tão triste como o de professor do Estado (R$ 607,00), ficaria dificil.

    ResponderExcluir
  2. E pensar que C.Buarque só teve 2% dos votos...

    ResponderExcluir
  3. Estudei no Clodomiro de 94 a 96 e já naquela época faltava professor de química e física. Não sei porque o espando 13 anos depois!!!!

    ResponderExcluir
  4. "Aquele que tudo adia, não deixará nada concluído, nem perfeito." (Demócrito)

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de ver o filho do Sérgio Cabral estudando no Clodomiro...

    ResponderExcluir
  6. no ano de 2011 eu pretendia estudar (normal) nesse colégio mas agora estou mudando de idéia... será que até o ano q vem terá professores pra a turma

    ResponderExcluir
  7. Sou professora de inglês no Clodomiro Vasconcelos desde 2007.A carência de professores é um problema que não ocorre apenas no Clodomiro, todos sabemos . Não podemos , portanto , denigrir a imagem de uma escola cuja qualidade de ensino está acima das demais escolas estaduais da região.Tenho orgulho de fazer parte do corpo docente que é muito qualificado e de ter Wania como diretora. Denise Uchõa

    ResponderExcluir
  8. Sou professora de inglês no Clodomiro desde 2007. A carencia de professores éum problema que ocorre em todo o estado, todos sabemos. O que não podemos é denigrir a imagem de uma escola cuja qualidade de ensino está acima das demais escolas estaduais da região.O corpo docente é qualificado e preocupado com os alunos. Tenho orgulho de fazer parte desse corpo docente e de ter uma ótima diretora Wania Dumond.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item