Plenária da Câmara de Vereadores - 11/05/2010 - Conforme Jornal Atual

Câmara denuncia Dnit à Procuradoria Federal no Rio Presidente da Comissão de Viação e Obras Públicas da Câmara Municipal de Itaguaí, o ver...

Câmara denuncia Dnit à Procuradoria Federal no Rio

Presidente da Comissão de Viação e Obras Públicas da Câmara Municipal de Itaguaí, o vereador Nisan Cesar aproveitou a sessão de terça-feira (11) para anunciar o envio, à Procuradoria da República no Rio de Janeiro, de denúncia contra o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). No documento, apoiado por todos os integrantes do Legislativo, o parlamentar cobra a construção do viaduto de acesso ao Distrito Industrial de Santa Cruz, conforme o projeto original da obra de duplicação da Rodovia Rio-Santos entre Santa Cruz e Itacuruçá.

Na solicitação à Procuradoria da República, Nisan argumenta que o supervisor do Dnit, Wanderson Lopes da Silva, chegou a comparecer à Audiência Pública na Câmara Municipal, em 2009, garantindo que o diretor geral do órgão, Luiz Antônio Pagot, havia autorizado a licitação para a construção do viaduto, e que ela seria lançada em cerca de 15 dias. O vereador lembra ainda que no projeto original, o custo da obra era de R$ 142.934.887,85, e que mesmo com um aditamento de 25% o viaduto não ficou pronto.

A deputados, Pagot reclama de aperto no Orçamento

O diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot, esteve na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados na manhã de quarta-feira (12). Na ocasião, ele reclamou da mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias, que agora só permite o remanejamento de recursos até o limite de 25% do valor destinado a cada obra.

Anteriormente, o Dnit podia remanejar até 30% do valor global do orçamento de cada ano. “Se tivéssemos no orçamento R$ 20 milhões destinados a uma obra que, por qualquer motivo, não estava avançando, poderíamos aplicar esse recurso em outro empreendimento cujo ritmo estivesse normal”, argumentou Pagot, acrescentando que o procedimento anterior conferia mais agilidade à carteira de obras do Dnit.

Jornal Atual, 14 de maio de 2010.
Autor: RENATO REIS

Notícias Relacionadas

Sessões da Câmara 4351162211605307272

Postar um comentário

  1. Danilo Cabral de Aguiarsexta-feira, 14 maio, 2010

    Estou preoculpado, está mais fácil o DNIT inaugurar a obra sem o viaduto! Quando os carros começarem a bater e o número de mortos se avolumarem, e por fim, aparecer uma reportagem no JN...somente assim, eles constroirão o viaduto.

    ResponderExcluir
  2. A obra é do PAC.
    O PAC é filho da Dilma.
    Então a culpa é da Dilma.

    ResponderExcluir
  3. ´´O PSICÓTICO neu- ´´
    O delírio é toda convicção inabalável, incompreensível e absurda que um psicótico tem. O delírio pode ser proveniente de uma recordação para a qual o paciente dá uma nova interpretação, pode vir de um gesto simples realizado por qualquer pessoa como coçar a cabeça pode vir de uma idéia criada pelo próprio paciente, pode ser uma fantasia como acreditar que seres espirituais estejam enviando mensagens do além através da televisão, ou mais realistas como achar que seu sócio está roubando seu dinheiro. O delírio proveniente de eventos simples como coçar a cabeça são as percepções delirantes. Ver uma pessoa coçar a cabeça não pode significar nada, mas para um paciente delirante pode, como um sinal de que a pessoa que coçou a cabeça julga-o (paciente) homossexual. Quando a idéia é muito absurda é fácil ver que se trata de um delírio, mas quando é plausível é necessário examinar a forma como o paciente pratica a idéia que defende. O exemplo do vizinho acima citado também é um delírio. A constatação de um delírio não é tarefa para leigos, nem mesmo os clínicos gerais estão habilitados para isso; somente os psiquiatras e profissionais da área de saúde mental.

    ResponderExcluir
  4. e itaguaí continua uam vergonha...

    ResponderExcluir
  5. É verdade, investimentos altíssimos de grandes empresas em Itaguaí. O município deveria estar se planejando. Temas como: Política ambiental, planejamento urbano, saúde, educação e muitos outros; deveriam estar sendo discutidos em todas as esferas, e colocados em prática pelas autoridades, mas continuamos patinando na falta de vontade política.

    ResponderExcluir
  6. Terça feira a partir das 8 horas no teatro municipal de Itaguaí se realizará a Conferência das cidades, que trata de diversos temas.

    ResponderExcluir
  7. Se Itaguaí está o caos, é por causa de 8 anos de Governo Sagário que deixou Itaguaí estagnada.

    Se Sagário é do PSDB e um dos grandes "patrocinadores" do partido e o PSDB é José Serra, a culpa é do José Serra pelo caos em Itaguaí!!!!

    Foi mal Neuci, você me inspirou a escrever isso... rs

    ResponderExcluir
  8. Pô Fabiano! Estamos falando é da obra da Rio-Santos, mas se vc quer partidarizar tudo bem; quem apoiou o PT na campanha para prefeito(P.Wesley)? não foi o Sagário(PSDB)?

    É por isso que eu falo: o PT pra chegar e se manter no poder, se alia à qualquer M...

    O PSDB não é isento de ter picareta, ao contrário, como qualquer outro partido, o PSDB tem muita gente que não presta.Tanto que vc sabe o quanto que eu me identifico com este partido mas nunca tentei elogiar o Sagário.

    Já algumas pessoas, mesmo sabendo da organização criminosa que virou o PT, ficam defendendo o que não tem como defender:CORRUPÇÃO.

    ResponderExcluir
  9. rs

    Tá certo Neuci!!!!

    Foi só para descontrair.

    Sobre essa obra da Rio-Santos, só quando acontecer um grave acidente e de preferência morrendo um ou vários políticos corruptos, é que a obra vai andar. A mídia vai marcar em cima.

    Mas tem que se lembrar que as pessoas devem usar as passarelas sobre a estrada. Dia desses fiquei horrorizado ao ver crianças atravessando a Rio-Santos em Brisamar atravessando a estrada por baixo da passarela e o pior, conduzido pela mãe.

    Se faz necessário educar tais pessoas. Se não fizer esse trabalho, a vida vai educar, mas com várias mortes.

    ResponderExcluir
  10. rsrsrs...Tô ligado!!!

    O descaso do DNIT é tão grande que chega ao ponto de usar de artimanhas para se Livrar das responsabilidades.

    Na semana passada, em um trecho, na altura de Vila-Geni, aconteceram vários acidentes decorrentes da má sinalização; quando os motoristas chegaram a Delegacia (50DP), já estava lá, um funcionário do DNIT, fazendo uma ocorrência de roubo de cones naquele trecho.

    Vejam só senhores como são maquiavélicos, para se livrar da responsabilidade, correram na frente e alegaram o suposto roubo; que cá entre nós: só alguém de muita má fé acredita nisso não é?

    ResponderExcluir
  11. Danilo Cabral de Aguiarsegunda-feira, 17 maio, 2010

    Infelismente, muitas empresas que trabalham como empreiteiras tem esse mal costume de se "antercipar" aos acontecimentos! Geralmente trabalham com rádio-escuta, ISSO MESMO, ao invés de usar esse mecanismo para (por exemplo), chamar os bombeiros, preferem usá-lo para enviar na frente algum estagiário em Direito para usar de manobras jurídicas com o intuito de "quebrar" o argumento de possíveis futuras vítimas...LAMENTÁVEL!

    ResponderExcluir
  12. O ex-fututo Presidente do Brasil, senhor, professor, doutor
    José Serra, fazia uma caminhada, juntamente com
    seus capangas visitando as obras superfaturadas do Metrô na Praça da Republica, passavam embaixo de uma frondosa arvore, comentando com os assessores especiais da Camargo Correa e da Alston, sobre sua façanha em entregar obras superaturadas antes do prazo, mesmo correndo o risco de tragédias, mas com a compensação financeira inegável .
    Eis que de repente um passarinho pousado num galho bem acima dos passantes, e sem saber dos pensamentos e das ambições político-financeiras do ex futuro presidente, pos-se a fazer suas necessidades fisiológicas.
    Para felicidade geral da nação, pois quem queria fazer isso era o povo,
    o excremento da ave caiu bem na cabeça careca do polítivo, que imediatamente passou o dedo no local, e depois de olhar e sentir o cheiro do material, percebeu do que se tratava e olhando para seus assessores disse:
    “Por favor, me levem rapidamente a um pronto socorro, minha cabeça está vazando”.
    m m m

    ResponderExcluir
  13. "Um VENCEDOR respeita os que sabem mais e procura aprender algo com eles".

    " Um DERROTADO resiste a todos os que sabem mais e apenas se fixa nos defeitos deles".

    ResponderExcluir
  14. José Serra: 'Protesto de professor é trololó'

    "Não tem greve. Só tem marketing para a imprensa noticiar", arrematou o "gerente, competente e eficiente" (des)governador de São Paulo, que hoje comemora aniversário de 68 anos. Para reforçar sua posição de "iluminado" (como todo tucano se considera), pediu a anuência daqueles que conclama como "pares": "Vocês sabem. São suficientemente inteligentes e observadores". Ontem, depois de dois dias enfrentando manifestações de professores em greve, que jogaram ovo em seu carro, Serra cancelou, de última hora, a participação na inauguração de um viaduto na periferia de São Paulo, onde um grupo de professores o esperava com faixas nas mãos e gritos de "Serra, fujão! Acabou com a educação!". Na cara larga, "justificou-se": "Fui fazer uma supervisão e não deu tempo [de ir no evento]". Como se ele não tivesse interesse algum em participar de inaugurações! Pois se está até implantando terceiro turno de trabalho para apressar finalização de obras e inaugurando maquete...

    ResponderExcluir
  15. Sr.anônimo apedeuta, o senhor deveria se informar ao invés de colar qualquer coisa sem fundamento.
    No sistema paulista, o salário é de R$ 1.834, para uma jornada de 40 horas semanais.O valor médio de referência nacional do MEC é de 1.020,00.

    O paulista só esta 80% acima da média nacional.

    ResponderExcluir
  16. FP: Muitas pessoas argumentam que as greves estudantes, e que outros caminhos na educação são muito prejudiciais os de mobilização deveriam ser utilizados. O que vocês têm a dizer a esse respeito?
    APEOESP: É claro que os professores não gostam de fazer greve. Nossas reivindicações não são só salariais, mas também educacionais. Entendemos que os alunos têm maiores prejuízos com a educação pública que lhes é oferecida. As escolas não têm infra-estrutura, as salas são superlotadas, com baixos salários, os professores são obrigados a lecionar em mais de uma rede, e é claro que isto provoca prejuízos pedagógicos. Dados do Censo do MEC (2006) apontam que somente 15% das escolas públicas de São Paulo possuem bibliotecas e 23% laboratórios de ciências. Este é o prejuízo maior.
    FP: Como fazer para minimizar o impacto da greve no calendário de aulas dos estudantes? Já há planos quanto a isso?
    APEOESP: Assim que a greve for encerrada se discute com a Secretaria da Educação um calendário de reposição de aulas.
    FP: Quais são as perspectivas para o professor que está ingressando agora ou vai ingressar em breve no mercado de trabalho em São Paulo?
    APEOESP: O governo não faz concursos periódicos. A consequência é que 48% dos professores do Estado são admitidos em caráter temporário. A Lei Complementar 1093, aprovada no ano passado pela Assembleia Legislativa, precariza ainda mais a situação do professor ingressante na rede sem concurso. Ele terá de prestar uma prova e terá contrato de até 12 meses; passado este período, terá de cumprir uma “quarentena” de 200 dias; só depois poderá voltar a lecionar no Estado, claro que prestando outra prova.
    FP: O governo de São Paulo insiste em chamar toda greve de “greve política”, na tentativa de “desmoralizá-la”. Toda greve é política, bem sabemos, e ele também sabe. Vocês conseguem imaginar como seria a “greve técnica” do Serra?
    APEOESP: O governo volta a insistir que nossa greve é “política” tentando envolver o sindicato na disputa político-partidária nas eleições à Presidência da República. É uma forma de desviar a atenção da população para os verdadeiros motivos da greve. Senão, vejamos: o valor da hora-aula pago pelo Estado de São Paulo, o mais rico da Federação, é um dos menores do País: Professores do Ensino Básico II, que lecionam da 5ª a 8ª séries e Ensino Médio, recebem R$ 7,58 a hora-aula, valor menor do que o pago no Acre (R$ 11,17), Roraima (R$ 10,32), Alagoas (R$ 10,15), Tocantins (R$ 10,10) e Espírito Santo (R$ 9,60). Professores do Ensino Básico I recebem ainda menos, R$ 6,55. O piso salarial de um Professor do Ensino Básico II é R$ 909,32 por 24 horas semanais. Nem conseguimos imaginar como seria uma “greve técnica”. Talvez o Serra tenha a fórmula.
    * * * * *

    ResponderExcluir
  17. Salário-base de R$ 850,00
    Uma notícia talvez muito interessante para nós, futuros professores. No final de março e início de abril, foi apresentado ao Congresso Nacional o projeto de lei que
    “regulamenta o art. 60, inciso III, alínea ‘e’ do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica”.
    Ou seja, irá para votação ainda esse projeto que propõe um salário-base de R$ 850,00, por 40 horas semanais, para os profissionais do magistério público da educação básica.
    Por que isso é bom?
    As divergências entre os salários desses profissionais de região para região são absurdas. O piso garantia que até mesmo as cidades mais pobres mantivessem um salário desses para seus professores. O dinheiro extra virá do Fundeb.
    Mas tudo não mudará de repente. Primeiro, o projeto ainda nem foi votado. Segundo, a mudança poderá ser gradativa, veja este recorte do Artigo 2º do próprio projeto:
    “Art. 2º A integralização do valor de que trata o art. 1o pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios será feita progressiva e proporcionalmente até janeiro de 2010, observado o seguinte:
    I – acréscimo de um terço da diferença entre o valor atual e o valor referido no caput do art. 1o até janeiro de 2008;
    II – acréscimo de dois terços da diferença entre o valor atual e o valor referido no caput do art. 1o até janeiro de 2009.”
    Mas qual o problema?
    Esse valor de R$ 850,00 é apenas uma atualização dos R$ 300,00 do Pacto Nacional pela Valorização do Magistério e Qualidade da Educação, de 1994. Calculando a inflação desses últimos treze anos, chegamos ao valor atual.
    Sendo assim, muitos não gostaram da proposta. A CNTE, por exemplo, defende um salário-base de R$ 1.050,00 para os professores de ensino básico por 30 horas semanais. Para a Apeoesp, o bom salário inicial seria de R$ 1.576,00 – já com as gratificações.
    E vocês, o que acham?
    Acompanhe o andamento da votação desse projeto aqui.
    Leia mais:

    * Professores querem piso maior que R$ 800
    * No Congresso, piso federal de professor
    * MEC apresentará proposta de piso de R$ 850 para professores
    * Piso de R$ 850 para professor chega ao Congresso
    * Exposição de Motivos !!!

    fonte,simpro SP

    ResponderExcluir
  18. Lula paga dívida com o FMI.
    Lula empresta dinheiro a Venezuela.
    Lula empresta dinheiro a Cuba.
    Lula empresta dinheiro a Bolívia.
    Lula empresta dinheiro até pro FMI.

    Mas a dívida Pública bate novo recorde:R$1,585 trilhão em abril.

    ResponderExcluir
  19. Danilo Cabral de Aguiarquinta-feira, 20 maio, 2010

    Já sabemos onde está o dinheiro de nossos velhinhos!

    Em Cuba, Venezuela, Bolívia, no FMI. Só falta agora, ele pegar o dinheiro do fome zero e emprestar para o Irã reduzir a zero o Estado de Israel!

    ResponderExcluir
  20. Os mecanismos psicológicos envolvidos nas alucinações paranóides são pouco compreendidos, mas podem incluir uma tendência concluir rapidamente, impedimento de entender o estado mental de outras pessoas, antecipação de ameaças, e baixa auto-estima associada a um estilo explanatório atípico.

    O objetivo deste estudo cruzado foi avaliar a estrutura de relação entre mecanismos psicológicos contribuintes à paranóia numa amostragem de pacientes com varadas doenças psicóticas. Foram estratificados 173 pacientes em serviços públicos de Londres com esquizofrenia, depressão maior, e psicose de início tardio, baseados na presença de alucinações paranóides. Foram feitas comparações com 64 controles saudáveis.

    Modelos estruturais revelaram que as ilusões paranóides foram associadas a uma combinação de pensamento pessimista, (com baixa auto-estima, estilo explanatório pessimista e emoção negativa) e falhas no desempenho cognitivo (disfunção cognitiva, tendência a conclusões precoces e dificuldade de avaliação do estado mental de outras pessoas).

    O pensamento pessimista foi relacionado com paranóia (r = 0,65, P < 0, 001). Diferentemente, a desempenho cognitiva foi correlacionada com a paranóia quando controlada para pessimismo (r = -0, 34, P < 0,001)

    ´´aos psicóticos é pessimistas´´

    ResponderExcluir
  21. Efraim responderá a novo processo e amplia desgaste do DEM

    Por Redação - de Brasília

    As irmãs que denunciaram o senador Efraim Morais (DEM-PB) à Polícia Federal, Kelriany e Kelly da Silva, vão prestar depoimento à Polícia Federal, no âmbito do processo aberto para as investigações em curso quanto ao desvio de dinheiro público. Elas teriam sido contratadas pelo gabinete do parlamentar como funcionárias fantasmas.

    – Nunca imaginei que eu poderia ser uma funcionária fantasma. Nunca me passou pela cabeça – disse Kelly aos jornalistas.

    Kelriany e Kelly somente descobriram a trapaça ao verificar que já possuiam contas bancárias abertas em seus nomes e, mensalmente, eram depositados R$ 3,8 mil como salário de funcionárias do gabinete do senador conservador paraibano. Elas lembram de ter assinado procurações entregues a duas amigas para receber uma bolsa de estudos de R$ 100 da Universidade de Brasília. A funcionária do gabinete Mônica da Conceição Bicalho, amiga das estudantes, chegou a afirmar que as duas prestavam serviços ao parlamentar que, supostamente, desconhecia este vínculo.

    A denúncia contra Morais saiu da alçada da Polícia Civil para a área federal. O parlamentar, no entanto, nega-se a falar sobre o assunto, mas desgasta ainda mais a imagem do Democratas, após o Escândalo dos Panettones, encabeçado pelo ex-governador José Arruda, em Brasília.

    O senador Efraim Morais , no entanto, já foi denunciado há dois anos por suspeita de contratação de funcionários fantasmas. Em 2008, ele precisou demitir seus parentes do gabinete devido a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao nepotismo. Naquele mesmo ano, seu nome apareceu nas investigações sobre as fraudes nas licitações do Senado para contratação de empresas terceirizadas, mas foi inocentado.

    Falcatruas

    Morais, enquanto primeiro-secretário do Senado, assinou portaria preparada pelo ex-diretor-geral da Casa, José Alexandre Lima Gazineo, que beneficiava três servidores com dez meses de adicionais nos salários, por participar de uma comissão especial para analisar “processos da licença para capacitação” dos funcionários. Gazineo e demais integrantes foram escalados para a função em 8 de outubro de 2008. Mas o ato embutiu “efeitos financeiros a partir de 2 de janeiro” de 2007. Mal começou, a tarefa de revisar processos beneficiou o quarteto com 10 meses de adicional nos salários.

    Além de Gazineo, outro escolhido para desempenhar as funções foi Alberto Cascais, ex-advogado-geral do Senado, afastado dias antes de suas funções após a elaboração de um parecer que abria brecha para a Casa descumprir a súmula do Supremo Tribunal Federal (STF), que proibiu a contratação de parentes (nepotismo) na administração pública. Outra vaga na comissão seria destinada ao diretor do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), centro de capacitação do Senado. Na época do ato assinado por Morais, quem comandava o ILB era Denise Zoghbi, mulher do ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi.!!!

    ResponderExcluir
  22. O que essa notícia postada por vc Raízes, tem a ver com o tópico?

    Vc faz bons comentários, não precisa disso...

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item