Todos contra Sérgio Cabral no primeiro debate na TV

Adversários bombardeiam governador com críticas à atual gestão e questionam sua política para todos os setores públicos. Também fazem ataque...

Adversários bombardeiam governador com críticas à atual gestão e questionam sua política para todos os setores públicos. Também fazem ataques à primeira-dama

Sobraram ataques e faltaram propostas no primeiro debate entre os principais candidatos ao governo do Rio, realizado ontem no estúdio da Band, em Botafogo. Fernando Gabeira (PV), Fernando Peregrino (PSOL) e Jefferson Moura (PSOL) se uniram nas críticas ao governador Sérgio Cabral (PMDB), que, atacado, teve direito de resposta duas vezes.

Desde o primeiro bloco, quando o mediador, o jornalista Sérgio Costa, perguntou a cada um o motivo da candidatura, Gabeira, Peregrino e Jefferson demonstraram que Cabral não teria vida fácil no debate. No segundo bloco, quando os candidatos podiam escolher a quem perguntar, Peregrino iniciou o bombardeio à política de Cabral. Ele perguntou se o governador achava moral que sua mulher, Adriana Ancelmo, fosse advogada da Supervia e do Metrô, enfatizando que as duas empresas prestam ‘péssimo’ serviço público. “A Supervia, graças ao casal Garotinho que você representa, estava em petição de miséria. Quando assumi, a Supervia tinha 10 trens. Hoje tem 30”, devolveu Cabral. Foi o primeiro direito de resposta de Cabral, que, visivelmente indignado, afirmou: “Lamento esse tipo de assunto”.

Na vez de Cabral escolher quem iria responder, perguntou a Moura sobre o fato de o Rio ter reconquistado o crédito para investimentos. Moura rebateu que auditará as contas do governo a partir do primeiro dia, se eleito e, em seguida, emendou pergunta sobre alianças fisiológicas a Gabeira, citando DEM e PSDB, que apoiam o verde. Gabeira disse que não fará loteameto político e ouviu o adversário chamá-lo de “ex-Gabeira”, por supostamente ter aberto mão de seus sonhos. O verde, emocionado, afirmou que “o ex-Gabeira renasceu e não prega mais a Revolução Socialista do século passado”. Chamou de “tragédias” regimes de países comunistas, como Cuba, União Soviética e China.

Gabeira questionou Peregrino sobre a recuperação dos hospitais e ouviu ser necessário enfrentar o cartel que domina a saúde, da compra de equipamentos e insumos à contratação de pessoal. E Cabral contra-atacou Gabeira pela sua aliança com o ex-prefeito Cesar Maia. “Graças a Deus, o (prefeito do Rio) Eduardo Paes se elegeu”, disse.

No terceiro bloco, Gabeira quis saber de Jefferson Moura propostas para a educação e ouviu do candidato do PSOL mais um rol de acusações contra o governo de Cabral, lembrando ainda que um cabo eleitoral do governador ganha mais do que o dobro do que ganha um professor.

Peregrino ainda fustigou Cabral ao perguntar se ele tinha preconceito contra pobres, por ter chamado as favelas de ‘fábricas de marginais’ e um menino de 16 anos de ‘otário’. Cabral ignorou a provocação e aproveitou para citar diversas realizações de seu governo.

http://odia.terra.com.br/portal/brasil/eleicoes2010/html/2010/8/todos_contra_sergio_cabral_no_primeiro_debate_na_tv_102862.html

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item