Itaguaí: 8º lugar no ranking estadual. Está entre os 10 melhores municípios do Rio de Janeiro

O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), criado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro para acompanhar a evol...

O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), criado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro para acompanhar a evolução dos municípios brasileiros e os resultados da gestão das prefeituras, apontou que 31,4% dos brasileiros viviam em cidades de alto desenvolvimento, enquanto 22% ainda não tinham serviços de qualidade na educação e na saúde e nem acesso a um mercado formal de trabalho estruturado. O IFDM supre a inexistência de um parâmetro para medir o desenvolvimento sócio-econômico dos municípios e distingue-se por ter periodicidade anual, recorte municipal e abrangência nacional.

Na Baixada Fluminense Área I, que abrange noves municípios (Nova Iguaçu, Nilópolis, Mesquita, Queimados, Japeri, Paracambi, Seropédica, Mangaratiba e Itaguaí) o único que teve um crescimento no ranking estadual, em comparação com a sondagem anterior, foi Nova Iguaçu (0, 7181) que ocupava em 2006 a 38ª posição e em 2007 subiu para 25ª. Mesquita ocupa a 67ª posição, com 0,6539 pontos; Nilópolis e Queimados estão em 52º e 89º respectivamente, com 0,6770 e 0,5958. O município de Japeri ficou com o pior índice de desenvolvimento no ranking estadual, ocupando 92ª posição com 0,5399.

Já Itaguaí (0,8167) em 8º lugar no ranking estadual está entre os 10 melhores municípios do Rio de Janeiro, com segundo melhor índice de Emprego e Renda (0,9548), perdendo apenas para Macaé. O município de Mangaratiba (0,7359) ficou na 20ª posição do ranking estadual e desceu quatro posições comparado ao ano anterior. Já Seropédica aparece na 55ª colocação do ranking estadual e desceu 22 posições em relação ao ano passado, mas apresentou a segunda melhor pontuação de Saúde comparada aos demais municípios da Baixada Fluminense. Paracambi, que ocupava 56º lugar, desceu 30 posições, ficando em 86º.

Os dados considerados são de 2007. A média brasileira do IFDM foi de 0,7478, superior aos 0,7376 de 2006 (alta de 1,4%). O IFDM considera indicadores de Saúde, Educação, Emprego e Renda e varia numa escala de 0 (pior) a 1 (melhor) para classificar o desenvolvimento humano. Os critérios de análise estabelecem quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento humano.

Leia mais em: http://noticias.sitedabaixada.com.br/noticias/geral/2010/09/27/municipios-da-baixada-fluminense-recuam-no-ranking-de-desenvolvimento/#ixzz10wD9a2bi

Postar um comentário

  1. Infelismente, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM)é extremamente superficial, gerando informações que estão longe da realidade.

    Essa pesquisa indica que nossa cidade é o 8º lugar no ranking estadual está entre os 10 melhores municípios do Rio de Janeiro, com segundo melhor índice de Emprego e Renda (0,9548)...

    A pergunta que deve ser feita é: Que tipo de emprego está sendo gerado na cidade e quais são suas características?

    Respondo: O tipo de emprego é de mão-de-obra com pouca (ou nenhuma) qualificação, e é claro, com baixíssimos salários (não passando de 1,5 salários mínimos) e a principal característica é que esses empregos são temporários, ou seja, vão acabar(!) e depois, com as obras já concluídas, a cidade deve (ou deveria) se preparar com cursos de melhor qualificação. Itaguaí esta fazendo isso como deveria? Acho que não.

    ResponderExcluir
  2. Bem vindo ao novo mundo! Onde pesquisas e estatísticas dizem a você
    aquilo que se você parar pra analisar não acreditaria.
    Saúde melhorou? Ah, a galera está por si mais saudável, se não precisam de atendimento não tem índice ruim, certo? E o emprego? tem emprego pra todo tipo de pessoa? :O
    Estamos no 8º lugar assim, imagina quem está em 92º !

    ResponderExcluir
  3. o indice é pelas vagas oferecidas (mesmo que elas não sejam ocupadas por pessoas daqui...)

    mas o pessoal daqui tb tem que parar de reclamar um pouco e correr atras (ou seja por mudanças politicas ou pra estudar mesmo em cursos daqui e de fora...

    ResponderExcluir
  4. O crescimento em Itaguaí, sim esta latente, porém a cidade não esta preparada para tal crescimento. hoje temos uma grande população de forasteiros(no bom sentido)que utilizam os serviços públicos, engarrafam o trânsito entre outros. Porém não houve qualquer movimento da gestão pública, afim de minimizar o efeito dormitório e qualificação da mão de obra interna da cidade. A violência disparou, (tráfico de drogas, assaltos, brigas e etc...)A saúde que era ruim com o antigo prefeito ficou pior na gestão atual e com a chegada de varias empresas e pessoas de todo Brasil(não temos mão de obra qualificada em Itaguaí para atender a demanda de empregos) que superlotam o nada(hospitais), se a saúde era precária para atender os municipes de Itaguaí, agora com a super população que vem se instalando na cidade, esta muito pior. Estamos vivendo o verdadeiro caos. Sem, saúde, esgoto, educação, transporte público, segurança e emprego digno. Como estamos tão bem colocados nesta pesquisa? Brasil, Brasil, Brasil na lista dos paises emergentes é o que esta na ultima colocação, e nós brasileiros ainda acreditamos nesta pesquisas!

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item