Resultados das eleições 2010: Senador RJ

Com (100,00%) das urnas apuradas: Eleitos: Lindberg e Crivella 1 - 131 - LINDBERG - 4.213.749 - (28,65%) 2 - 100 - MARCELO CRIVELLA ...

Com (100,00%) das urnas apuradas:

Eleitos: Lindberg e Crivella

1 - 131 - LINDBERG - 4.213.749 - (28,65%)
2 - 100 - MARCELO CRIVELLA - 3.332.886 - (22,66%)
3 - 155 - JORGE PICCIANI - 3.048.034 - (20,73%)
4 - 251 - CESAR MAIA - 1.627.050 - (11,06%)

Fonte: TSE

Postar um comentário

  1. RAIZES13@yahoo.com.brsegunda-feira, 11 outubro, 2010

    Eleições2010 - 11/10/2010

    Antes da TV, Dilma alcança 48% contra 41% de Serra

    Petista tem 54% dos votos válidos

    A primeira pesquisa Datafolha sobre o segundo turno da eleição para presidente da República mostra Dilma Rousseff (PT) com 48% das intenções de voto contra 41% de José Serra (PSDB). No levantamento realizado no dia 8 de outubro em todo o território nacional, 4% dos entrevistados dizem que vão votar em branco ou anular o voto, enquanto outros 7% mostram-se indecisos.

    Considerando-se apenas os votos válidos, a petista tem 54% e o tucano 46%. Como as simulações anteriores de segundo turno eram apenas hipotéticas, o Datafolha não compara os resultados atuais com dados obtidos antes do primeiro turno.

    Estratificando-se os resultados, nota-se preferência por Dilma principalmente entre os habitantes do Nordeste (62%), entre os menos escolarizados (54%), entre os homens (52%) e entre os que têm renda de até dois salários mínimos (52%). A petista também fica acima entre os que defendem a ampliação da lei que permite o aborto em mais casos do que os previstos atualmente em lei (52%), e entre eu se dizem católicos (51%).

    Serra tem seu melhor desempenho entre os que possuem renda familiar maior do que 10 salários mínimos (58%), entre os que têm nível superior de escolaridade (50%), entre os evangélicos - tanto os não pentecostais (48%) quanto os pentecostais (49%) – entre os espíritas (48%) e entre os que moram na região Sul do país (48%).

    Sobre o grau de certeza do voto, 89% se dizem totalmente decididos em relação ao candidato que escolheram. Para 10%, porém, o voto ainda pode mudar. Entre os que pretendem votar em Dilma Rousseff, 90% se dizem totalmente decididos, e entre os que preferem o tucano, essa taxa é de 90%.

    Entre os que não escolhem Dilma, 68% afirmam que não votam na petista de jeito nenhum, enquanto 24% até cogitam a possibilidade. No estrato dos que não votam em Serra, essas taxas são de 63% e 28%, respectivamente.

    Quanto ao número que deverão digitar na urna eletrônica para concretizar o voto no segundo turno, 79% acertam os algarismos contra 19% que admitem não saber como proceder e 2% que erram ao arriscar uma resposta. Entre os que pretendem eleger Dilma, 86% acertam o 13 e entre os que querem votar em Serra, 74% citam o 45.


    Entre os eleitores de Marina, Serra tem 51% e Dilma 22% das intenções de voto
    Apoio da candidata do Partido Verde divide opiniões; 18% de seus eleitores ainda estão indecisos

    Entre os que votaram na candidata do PV, Marina Silva, no primeiro turno da eleição para presidente da República, 51% dizem que optarão por José Serra no segundo turno. Preferem Dilma Rousseff (PT) 22%, enquanto 18% se dizem indecisos e 9% pretendem votar em branco ou anular o voto.

    O apoio de Marina a um dos candidatos que disputam o segundo turno divide os brasileiros. Para 42%, a candidata deveria apoiar Dilma, enquanto 41% afirmam que ela deveria apoiar Serra. Outros 7% dizem que Marina não deveria apoiar ninguém e 10% não souberam responder. Entre seus eleitores 54% afirmam que a candidata deveria apoiar Serra e 23% Dilma.

    Sobre quem de fato os entrevistados acham que Marina vai acabar apoiando no segundo turno, 38% citam Serra, 32% Dilma e 8% respondem nenhum dos dois. Não souberam opinar 22%. Para 54% dos seus eleitores, Marina irá apoiar José Serra e 17% acreditam que Marina apoiará Dilma.

    Com base no total da amostra, nota-se que a maioria dos eleitores (56%) julga indiferente o apoio de Marina na escolha do candidato no segundo turno. Dizem que até poderiam votar no candidato apoiado por Marina 26%, enquanto para 13%, o fato seria motivo de rejeição.

    Sobre o apoio de Lula, 39% afirmam que poderiam votar na candidata do presidente, enquanto para outros 41% o fato é indiferente. Ele geraria rejeição em 16% dos casos.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item