Aliados de Cabral podem ser indicados a dois ministérios do novo governo

Dois nomes que formarão a equipe da presidente eleita Dilma Rousseff poderão sair do governo do Rio de Janeiro. De acordo com a edição desta...

Dois nomes que formarão a equipe da presidente eleita Dilma Rousseff poderão sair do governo do Rio de Janeiro. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal O Globo, no Palácio da Guanabara circula a informação de que aliados do governador Sérgio Cabral (PMDB) podem ser indicados para os Ministérios da Saúde e de Minas e Energia.

De acordo com o jornal, a presidente eleita gostaria de ter na sua equipe os atuais secretários de Saúde, Sérgio Côrtes – responsável pela implantação das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) no estado -, e de Segurança, José Mariano Beltrame – responsável pela implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas favelas fluminenses. Dilma pretende expandir as UPAs para todo o país. Como o processo de instalação delas já está terminado no Rio, Côrtes estaria à disposição do novo governo.

O caso de Beltrame, porém, é mais complicado. Circula na sede do governo fluminense que, sendo o secretário de Segurança uma peça fundamental na implantação das UPPs, Cabral não o liberaria.

Aliados de Cabral afirmam ainda que o governador se preocupa com o Ministério de Minas e Energia. “O Rio é um grande polo de energia no Brasil. Fica aqui a sede da Petrobras e da Eletrobras, por exemplo. Nossas preocupações devem gravitar em torno disso, em ter um ministro conectado com nosso modelo de gestão”, afirmou ao Globo um interlocutor de Cabral.

O governador deverá conversar a respeito do novo chefe da pasta com Dilma e, embora ainda não haja alguém a ser indicado, especula-se que Jorge Picciani (PMDB), derrotado na eleição para o Senado, possa ser o escolhido.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/aliados-de-cabral-podem-ser-indicados-a-dois-ministerios-do-novo-governo

Postar um comentário

  1. PRÓXIMO GOVERNO PROMETE
    MATAR OS ELEITORES DE ARREPENDIMENTO

    ARREPENDIMENTO 1 - arrependido: o próprio LI. - Dilma disse que não descarta a possibilidade de tentar a reeleição em 2014.
    Logo que foi eleita, mesmo sabendo - como todos sempre souberam - que o sonho de seu criador seria se candidatar para retornar à presidência em 2014, disse ela que não afasta a hipótese de tentar a reeleição. Seria apenas por um hábito presidendial, não que ela quisesse, naturalmente. Mas alegou que este é um assunto para ser discutido a posteriori. O mais esperado, ao menos para LI, seria Dilma, que ainda nem assumiu, afastar qualquer tipo de discdussão sobre o assunto. Pobre ego do quase 'aposentado' LI.

    ARREPENDIMENTO 2 - de novo, o arrependido é o próprio LI.
    Junto com a trauletada levada pela futura presidente, LI teve que ouvir o presidente do PT dizer que Dilma seria a candidata natural em 2014. Segundo ele, LI, agora, é um 'salvador da humanidade' ou coisa parecida. Traduzindo: "vá salvar a humanidade e para de encher o nosso saco". Parece que ninguém suporta mais tanto autoritarismo e megalomania.

    ARREPENDIMENTO 3 - o pobre LI, mais uma vez Revista Forbes
    LI, que no ano passado, foi apresentado como a 33o. figura das mais poderosas do mundo, nesta nova listà não sequer citado. A importância foi dada à sua pupila. A relação de poderosos inclui todo tipo de gente, desde ricaços aos mais perigsos meliantes. Mas, de qualquer forma, para o ego de LI certamente foi mortal.

    ARREPENDIMENTO 4 - Mais imposto
    Ao contrário do que prometeu em campanha, Dilma já apresentou a ameaça da volta da CPMF

    ARREPENDIMENTO 5 - Projeteto Minha Casa, Minha Vida
    Dilma já acenou com metas para determinar limites no gasto deste projeto.

    Blog: A Casa da Mãe Joana

    ResponderExcluir
  2. Se Dilma Rousseff decidisse contemplar todos os pedidos dos 12 partidos de sua base, teria de ampliar o tamanho da Esplanada de 37 para no mínimo 58 ministérios.

    Sua maior dor de cabeça será a indicação de nomes para os disputadíssimos ministérios dos Transportes, Cidades e Integração Nacional, cobiçados por cinco siglas: PMDB, PT, PSB, PP e PSC(...)

    Folha

    ResponderExcluir
  3. a UPP já tá chegando ao fim!?
    SÓ SE FOR NA ZONA SUL DO RIO!
    9será q algum dia vão ocupar Santa cruz ou algo na região metropolitana!?

    ResponderExcluir
  4. Humor
    ´´Professor Hariovaldo: Vem aí o comunismo búlgaro
    Dilma implantará o comunismo búlgaro no Brasil´´
    Após a consolidação do Plano Condor Vermelho pelo eixo Caracas-Brasília-Buenos Aires, o próximo passo dos bolchevistas tupiniquins, no afã de subverterem a tradicional família cristã brasileira, impondo uma representante feminina do comunismo do leste europeu para usurpar o cargo maior da nação, será o aprofundamento do estado estalinista através do politburo e da instituição da nomenklatura, a qual deverá ser composta, dentre outros próceres do comunismo, pela Maria Frô e pelo José de Abreu, representando a perdição final para a sociedade brasileira.
    Além da abolição da propriedade privada no campo e nas cidades e da construção de uma nova cortina de ferro maldita para impedir a fuga dos homens de bem para a Europa e os Estados Unidos, medidas feministas também serão obrigatoriamente adotadas, tais como a proibição da depilação feminina, principalmente nas axilas para evitar que as mulheres se submetam aos caprichos masculinos, e também o fim das transmissões dos jogos do campeonato brasileiro durante a semana para que não haja o encurtamento dos capítulos das novelas. Enfim, as perspectivas para os homens bons que ainda não partiram para Miami são sombrias, não existe outra saída senão o aeroporto. Que São Serapião nos proteja!

    ResponderExcluir
  5. ´O cavalo manco e o puro sangue.´´
    Os trabalhadores tem muito a aprender, mas não podemos negar que apontaram a seta do governo na direção de deixar de ser colônia extrativista. Isto já surtiu efeito no enfrentamento da última crise mundial, se o país estivesse com o modelo econômico anterior teria quebrado, isto foi dito por todos os segmentos da mídia (fora do contexto partidário) antes do processo da campanha política. Se o governo não tivesse aberto agressivamente novos mercados com economias emergentes os efeitos seriam devastadores, isto é sério, e só aconteceu porque a direção foi mudada, as bases econômicas do governo FHC foram aproveitadas até um certo ponto, mas se não mudasse a estratégia, o Brasil teria quebrado como ocorreu nas outras crises.
    A aposta no mercado exterior emergente e no mercado interno, via inclusão social, é reconhecido no mundo inteiro como uma grande sacada deste governo que salvou o país de um grande desastre.
    O interessante é que foi apenas uma questão de auto estima, por incrível que pareça, o governo Lula adotou a estratégia nacionalista dos governos militares e deu certo. O que aflige o pessoal que governou nas décadas passadas é que o novo posicionamento foi ideológico, deu certo, o país se protegeu e cresceu. A fome, a miséria, as desigualdades não seriam resolvidos em oito anos, basta um pouquinho de bom senso pra enxergar isto.

    ResponderExcluir
  6. parte II
    A priorização no resgate dos pobres via programas de renda mínima e estímulo ao micro-crédito, o aumento em “dólar” de mais de 300% no salário mínimo, entre outras medidas, foram fundamentais para reduzir as desigualdades, irrigar de forma bem pulverizada a economia com dinheiro que gera emprego e germinou o ciclo virtuoso da economia.
    Com o aproveitamento e o aperfeiçoamento das bases econômicas bastou a decisão política de acreditar que podemos sonhar em deixar de ser colônia extrativista.
    Ainda estamos longe, não temos estradas, portos, aeroportos, escolaridade, sistema de saúde, centros de pesquisa, universidades qualificadas, mas para que possamos ter um dia todas estas coisas é preciso que tomemos a decisão política de apostar no Brasil, no trabalhador do Brasil, no empreendedor brasileiro, na distribuição de renda via salários dignos, no ciclo virtuoso do bom capitalismo, e esta decisão foi tomada neste governo.
    Nesta decisão de política nacionalista, deflagrou-se um programa de investimento maciço em infraestrutura de longo prazo, que só vai repercutir em oito ou dez anos, visando viabilizar o desenvolvimento do país (reindustrialização nacional, agrobusiness, infraestrutura, geração de energia, etc), o programa de aceleração do crescimento, PAC, representando mais uma vez a aposta no Brasil, deu certo, o iluminado Lula novamente pontuou onde os tucanos falharam.
    Quando a crise do primeiro mundo chegou o ciclo virtuoso se tornara auto-sustentável.

    ResponderExcluir
  7. parte III
    decisão acertada.

    Em todas estas frentes estratégicas, o governo anterior apostou que as multinacionais tomariam nossas frentes produtivas sem interferência do estado, O capital produtivo já havia apostado no Brasil e o país já se mostrava como uma via privatização, etc, e gerariam novos empregos porque os trabalhadores venderiam sua mão-de-obra barato e os recursos naturais estariam a sua mercê para extrair e produzir fartos lucros.
    Ledo engano, as multis são fiéis às suas origens, seu compromisso é de envio dos fartos lucros para as matrizes.
    Esta decisão estratégica errada estava transformando o país em quintal extrativista do mundo, deixando os industriais locais à margem do processo, com a maioria da população condenada ao sub desenvolvimento enquanto uma minoria fazia compras nos shoppings de New York e Londres.
    O mundo desenvolvido antes de ser o que é passou por decisões estratégicas de governo, as coisas não acontecem sozinhas. Esta foi a direção errada do governo anterior, acreditar que o lobo seria o melhor guardião do galinheiro e não apostar na capacidade do empreendedor e do trabalhador brasileiro.
    Os trabalhadores tem muito a aprender e isto ficou evidente nos poucos anos de poder, mas os neocapitalistas de visão curta estiveram no poder a vida inteira e já mostraram muito bem o modelo de sociedade que desejam.

    ´´Prefiro levar meu cavalo manco para a fonte do que seguir de puro-sangue pro deserto.´´

    Antonio Ermírio de Moraes – Empresário

    ResponderExcluir
  8. A Casa da Mãe Joana
    O que seria a casa da mãe joana? Uma bagunça. Isso, uma bagunça, como o meu quarto, meu armário, meu carro, minha vida. Um lugar onde todo mundo grita, fala alto, briga,anda pela casa de cuecas,briga com os vizinhos mas, de repente, uma paz imensa floresce. Esse espaço é de todo mundo, fique à vontade. Mas calma, gente, aqui é a casa da neuci!
    Antes, eu conseguia escrever sobre qualquer coisa. Hoje, nada me dá a inspiração necessária para fazer uma crônica. Isso é horrível, é angustiante, é a pior coisa do mundo... Meu deus, agora eu sei, eu sou uma farsa! Durou só uma temporada minha criatividade para este blog P de I. E eu, ingênua, me deixei acreditar que poderia escrever pelo resto da vida coisas bonitas. Acabou, meu deus, acabou...
    Fica triste não Biba, a posse e dia 1/1/11 vamos !!!

    ResponderExcluir
  9. Ao Anônimo(a).

    "Nunca antes nestepaís", eu fiquei tão feliz com uma eleição. Pois pude constatar que meu voto não fez parte de um eleitorado mal informado,encabrestado por programas assistêncialistas ou até mesmo fanáticos que não consegue enxergar nem um elefante sentado no seu sofá.

    Pois imagine só, se não fossem os votos do norte e nordeste, onde o índice de educação são piores do Brasil e, piores que o de alguns países da África.

    Imagine se não fossem os votos de 12 milhões de famílias(+/- 24 milhões de votos) encabrestadas pelo Bolsa-Família.

    Provavelmente, se todos esses eleitores fossem "cidadãos", que tivessem a capacidade de formar uma opinião própria, o resultado das eleições, seria outro.

    Então meu amigo(a), pode ir sozinho(a), pois não me identifico com o público estará presente naquele local.

    Boa viagem?????

    ResponderExcluir
  10. Concentrado de Egoísmo


    Agora na volúpia dos erros do governo
    E no ápice do frio e da fome
    Estes argumentos sem noção ao próximo vivente
    Refletem-se, em longo prazo
    A um prato de comida na boca de quem poderá pagar por ele

    Como pensar na nossa carne fétida,
    Se outros ‘pedaços de carne’ imploram por comida no inverno?

    O que nos foi roubado,
    Não necessitamos!
    O que nos é prometido,
    Deveria sim acontecer
    E tornar-se mero real!

    Os erros deles se concentram agora nas nossas indignações
    E a atitude devera futura
    De criticar e ir às ruas ampliarem essa aflição
    Morre, dentro da sua propriedade privada e outras mostras burguesas!

    Então, diga-me, meu amigo indignado e aquecido, o que fez para derrubar os infortúnios da humanidade?
    Danem-se os erros deles!

    Danem-se as calunias deles!

    Danem-se eles todos!

    Mas que não nos tirem a vontade nem a simplicidade de viver! (...)
    Carbon Kid

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item