Lula pode disputar presidência da FAO, órgão da ONU que luta contra a fome

Informa o Estadão: “O Brasil formalizou sua disputa pela direção-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO...

Informa o Estadão:

“O Brasil formalizou sua disputa pela direção-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) com o inédito cuidado de não antecipar o nome do seu candidato.

A cautela se deve ao fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não ter ainda decidido se concorrerá ao posto ou se deixará a disputa para seu ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

De acordo com autoridades brasileiras, o candidato original de Lula, José Graziano, teria chances remotas de ser o indicado pelo governo para esse organismo sediado em Roma.

Perspectiva Política

Postar um comentário

  1. RAIZES13@yahoo.com.brterça-feira, 09 novembro, 2010

    Há mais de um ano, o presidente vinha publicamente reafirmando seu interesse em montar uma entidade, no Brasil, para trabalhar a cooperação com a África e a América do Sul em políticas de combate à fome e à pobreza.

    Mas, nas últimas semanas, acentuaram-se os rumores de que o presidente estaria interessado em assumir a organização, em Roma. A escolha está programada para o final de 2011, de forma a permitir a sucessão do atual diretor-geral, o médico senegalês Jacques Diouf, em janeiro de 2012. Diouf está em seu terceiro mandato na FAO.”

    Os mais próximos afirmar que Lula agora só pensa em descansar. Se for isso mesmo, a tentativa de comandar a FAO seria mera especulação.

    Ocorre que alguns fatos convergem para fortalecer o rumor: O interesse de Lula de comandar um órgão internacional, extrapolando assim os limites do nosso País; O foco da FAO no combate à fome, batalha já encampada por Lula em diversos momentos; e a localização da sede da FAO em Roma.

    Provavelmente o leitor deve estar curioso sobre este último.

    Explico:

    Fontes relevantes juram que Dona Marisa quer viver uns tempos na Itália perto de alguns parentes.

    http://perspectivapolitica.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lula almeja ser secretário-geral da ONU, diz The Times
    GABRIELA MELLO - Agencia Estado
    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria avaliando uma tentativa de se tornar o próximo secretário-geral da ONU, segundo reportagem publicada no sábado pelo jornal britânico The Times.
    Lula, que deixará a Presidência da República em janeiro, pode buscar o posto quando o primeiro mandato de Ban Ki-moon terminar no final de 2011, segundo a publicação. A ideia teria sido lançada primeiramente pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy, durante uma reunião da cúpula do G-20, em Pittsburgh (EUA), em setembro.
    Procurado pelo diário, Marco Aurélio Garcia, assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, não descartou a possibilidade, dizendo que Lula tem "enorme interesse em questões internacionais", especialmente no processo de integração da América do Sul, e "uma grande paixão pela África". "Ele realmente quer fazer algo para ajudar a África", afirmou Garcia.
    De acordo com o jornal, o estilo pessoal e a capacidade de Lula de manter relações amigáveis com todos os lados - China e Estados Unidos ou Irã e Israel - elevaram seu perfil internacional. O The Times citou ainda a postura do presidente em uma visita na última semana ao Oriente Médio, na qual disse: "O vírus da paz está comigo desde que eu estava na barriga da minha mãe."

    ResponderExcluir
  3. Megalomaníaco:

    "Pessoa que tem mania de grandeza, de poder e de superioridade tem obsessão de realizar atos grandiosos. Aquela(e) que se acha o maior ou melhor".

    ResponderExcluir
  4. Lula é candidato ao Prêmio Nobel da Paz
    O presidente Luis Inácio Lula da Silva está entre os candidatos ao Prêmio Nobel da Paz. Diretor do Instituto Internacional para a Investigação da Paz, o norueguês Stein Tonnesson, teria confirmado a indicação de Lula, segundo agências de notícias internacionais. A divulgação dos premiados será em outubro. Em fevereiro, o jornal francês Le Monde já havia antecipado a indicação de Lula, mas o Instituto Nobel, por tradição não divulga a lista oficial dos candidatos. Na sexta-feira, o diretor do Instituto Nobel, Geir Lundestad, informou que há 165 personalidades e instituições propostas para o prêmio.
    Stein Tonnesson afirmou ao Le Monde em fevereiro que a vitória de um político sul-americano que luta contra as desigualdades sociais é muito provável. Principalmente se esse político for o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tonnesson disse que Berge Furre, membro do Comitê Nobel da Paz, é um grande admirador do presidente brasileiro.

    ResponderExcluir
  5. ´´Prémios e Honrarias *****´´

    Desde 2003, quando assumiu a presidência pela primeira vez, Lula acumula quase 300 condecorações, dentre elas destacam-se:

    * Grã-Cruz das Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito Naval e Ordem do Mérito Aeronáutico, perpetuamente. Como Grão-Mestre destas ordens militares, automaticamente é condecorado com a Grã-Cruz;
    * Grão-Colar da Ordem do Cruzeiro do Sul e da Ordem do Rio Branco. Como Grão-Mestre destas ordens, automaticamente é condecorado com o mais alto grau das mesmas, de forma perpétua;
    * Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito. Como grão-mestre desta ordem, é automaticamente condecorado com o mais alto grau da mesma, de forma perpétua;
    * Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário Militar;
    * Grã-Cruz da Ordem da Águia Asteca (México)
    * Grã-Cruz da Ordem Amílcar Cabral (Cabo Verde)
    * Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada (Portugal); [76]
    * Grã-Cruz da Ordem da Estrela Equatorial (Gabão);
    * Grã-Cruz de Cavaleiro da Ordem do Banho Reino Unido
    * Grã-Cruz da Ordem de Omar Torrijos (Panamá);
    * Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito (Argélia);
    * Grande-Colar da Ordem da Liberdade (Portugal);
    * Grã-Cruz da Ordem de Boyacá (Colômbia);
    * Grão-Colar da Ordem Marechal Francisco Solano López (Paraguai);
    * Grão-Colar da Ordem da Inconfidência (Minas Gerais);
    * Grã-Cruz da Ordem do Mérito Aperipê (Sergipe);
    * Medalha do Mérito Marechal Floriano Peixoto (Alagoas);
    * Medalha do Mérito 25 de Janeiro, de São Paulo;
    * Medalha do Mérito Industrial do Brasil (Associação Brasileira de Indústria e Comércio);
    * Prêmio Príncipe de Astúrias (Espanha);
    * Prêmio Amigo do Livro, da Câmara Brasileira do Livro;
    * Prêmio Internacional Don Quixote de la Mancha (Espanha);
    * Doutor honoris causa pelas Universidade Federal da Bahia,Universidade Federal de Pernambuco,Universidade Estadual de Montes Claros, Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (École d'Hautes Études en Sciences Sociales, SciencePo), Universidade Duke (Estados Unidos), Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e pela Fundação Oswaldo Cruz;
    * Medalha de Ouro "Aliança Internacional Contra a Fome", do Fundo das Nações Unidas contra a Fome.
    * Prêmio pela paz Félix Houphouët-Boigny da UNESCO, 2008.
    * Estadista Global entregue pelo Fórum Econômico Mundial em sua edição 2010, ocorrida em Davos - Suíça.
    * Prêmio L 'homme de l 'année (Homem do Ano), entregue pelo jornal Le Monde (França), edição 2009.
    * Prêmio Personalidade do Ano de 2009, entregue pelo jornal El País (Espanha)

    ResponderExcluir
  6. Segundo a revista norte-americana Newsweek, Lula se encontrava em final de 2008 no 18° lugar das pessoas mais poderosas do mundo, ocupando a liderança do ranking na América Latina. Em lista divulgada pela revista Forbes em novembro de 2009, Lula foi considerado a 33ª pessoa mais poderosa do mundo. Em ambas as listas, primeira colocação mundial é ocupada pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
    Em 2009 foi considerado o 'homem do ano' pelos jornais Le Monde e El País. De acordo com o jornal britânico Financial Times foi uma das 50 pessoas que moldaram a década pelo seu "charme e habilidade política" e também por ser "o líder mais popular da história do país." Para o Instituto Datafolha, Lula era a personalidade mais confiável dentre uma lista de 27, em pesquisa publicada no primeiro dia do ano de 2010. No Fórum Econômico Mundial de 2010 realizado em Davos na Suíça recebeu a premiação inédita de Estadista Global, pela sua atuação no meio ambiente, erradicação da pobreza, redistribuição de renda e ações em outros setores com a finalidade de melhorar a condição mundial. Lula não foi pessoalmente receber o prêmio pois estava com pressão alta. No seu lugar foi escalado o chanceler Celso Amorim que leu o discurso de Lula, quebrando o protocolo de Davos, que diz que uma terceira pessoa não pode ler o discurso de outra.

    Uma publicação do jornal Haaretz, com sede em Israel, feita em 12 de março de 2010, afirmou que Lula é o profeta do diálogo, por suas intermediações em busca da paz no Oriente Médio. A revista Time figurou Lula como um dos 25 líderes mais influentes do mundo em abril de 2010.

    ResponderExcluir
  7. Obama deu uma rasteira no "O Cara".

    O presidente Barack Obama, em visita à Índia, pediu “um conselho de segurança da ONU reformado que a inclua a Índia como membro permanente”. A declaração de apoio à Índia como mebro permanente deve ter irritado profundamente o Itamaraty – o Brasil vem pedindo há anos o apoio dos Estados Unidos para suas pretensões ao assento permanente no CS.

    Além do Brasil, a China é outro país que não vai ficar nada feliz com o apoio oficial dos EUA às aspirações da índia no CS.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item