A mídia local

É incrível como os jornais que circulam por Itaguaí, abordam a situação política atual da cidade: Tem jornal que nada fala, dando a entende...

É incrível como os jornais que circulam por Itaguaí, abordam a situação política atual da cidade:

Tem jornal que nada fala, dando a entender que nada está acontecendo e está tudo tranquilo (talvez seja essa a ideia mesmo);

Outros até falam, mas falam o que são obrigados por interesses obscuros. Falam de forma parcial dando prioridade a posição do Governo e distorcendo a posição dos vereadores (G-7).

O Blog Política de Itaguaí, nesse sentido, quer dar espaço para ambos os lados se manisfestarem e deixaremos aos que nos acompanham, tirarem suas conclusões.

Blog Política de Itaguaí

Postar um comentário

  1. Todos os jornais da região estão recebendo da PMI para omitir ou falar a favor deles mas ainda bem que existe um blog com competência igual a esse para dar o espaço necessário.

    ResponderExcluir
  2. Ninguém está falando do julgamento do Charlinho que vai ocorrer dias 22 e 23/03.
    Acho que dessa vez vai.
    Não tem como correr.

    ResponderExcluir
  3. Só gostaria de saber: qual dos 2 lados está do lado do povo?

    ResponderExcluir
  4. JORNAIS PELEGOS NA MIRA DA JUSTIÇA

    Num primeiro instante parecerá que nada tem a ver conosco. Mas temos que verificar . Um determinado prefeito, responde uma ação onde a prefeitura é acusada por causa de jornais que prestam serviços públicos sem o devido cuidado com a legalidade.

    Para os políticos de plantão e para os candidatos a político, iso é uma amostra que aos poucos o país começa a dar um basta nesta orgia com o erário. Tem gente de olho e agindo contra tudo e contra todos os larápios que estão se aproveitando da miserabilidade e da ignorância de nossa gente , de nossa nação e de nossos munícipes
    O Ministério Público, está de olho e já propôs ação civil pública de improbidade administrativa contra alguns Prefeitos. Geralmente as limitares determinam:
    1 – A imediata suspensão do atual contrato firmado entre o Jornal e a Prefeitura.
    2 – Fixa multa de R$ 1 mil por dia para o descumprimento da liminar.


    O Promotor Público Bombardi, em um dos itens de uma ação, diz:
    "Veja o despropósito, são usados, então recursos públicos para pagar a publicação de matérias indicadas pelo requerido Prefeito, as quais lhe favorecem e favorecem seus amigos e favorecem e queles que tem interesse em favorecer e ainda usa recursos públicos para pagar a publicação de matérias que lhe promovem pessoal e politicamente junto administração e eleitores".
    A ação pede ainda:
    O ressarcimento aos cofres públicos do valor do dano, pagamento de até três vezes o valor do dano revertido em multa e perda dos direitos políticos. o Jornal ainda é proibido de veicular matérias sobre a administração Pública, mesmo que não seja com os recursos do erário.
    É sacanagem aproveitarem das matérias jornalísticas pagas para se esconderem de suas irresponsabilidades e ilicitudes ?

    Ivan de Colombo

    ResponderExcluir
  5. http://www2.prr2.mpf.gov.br:8082/PRERJ/noticias/charlinho-de-itaguai-e-esposa-deputada-sao-denunciados-pelo-mpe

    O Ministério Público eleitoral, por meio da procuradora regional eleitoral, Mônica Campos de Ré, denunciou o prefeito de Itaguaí, Carlo Bussatto Júnior, o Charlinho; a candidata eleita a deputada estadual Andreia Cristina Marcello Bussatto, conhecida como Andreia do Charlinho; o vereador de Itaguaí Jorge Luis da Silva Rocha, o Jorginho Charlinho, e o diretor do Jornal Atual, Marcelo dos Santos Godinho, por abuso de poder político, econômico e no uso dos meios de comunicação. As penas previstas são cassação do registro ou diploma e a inelegibilidade pelos próximos oito anos.
    Os denunciados utilizaram a prefeitura de Itaguaí como um centro de campanha eleitoral. Tal instrumentalização assumiu diferentes feições, desde o marketing eleitoral por meio da utilização de jornais em circulação na cidade, até o uso de uma estrutura gigantesca de cargos comissionados e contratações sem concurso, tudo para obtenção de apoio político e votos para Andreia do Charlinho, a qual concorria pela primeira vez a um pleito eleitoral.

    Utilização indevida dos meios de comunicação – Os políticos valeram-se, na propaganda eleitoral de 2010, do apoio maciço de dois jornais de efetiva expressão no Município de Itaguaí, o Jornal Atual e o Jornal Impacto, ressaltando-se que ambos circulam em Itaguaí, Seropédica e Mangaratiba. O Jornal Impacto é distribuído gratuitamente à população o que, de acordo com a procuradora, denota abuso do poder econômico.

    Mônica de Ré afirma que “se os periódicos desejam expressar suas preferências, devem fazê-lo de forma clara e expressa, inclusive editorialmente. Não se pode permitir em campanhas eleitorais, por parte da imprensa, a manipulação da informação de molde a travestir de notícia um verdadeiro panfleto de propaganda”.

    Militância político-partidária dos funcionários públicos municipais – Também é possível verificar a utilização da máquina administrativa pelos denunciados em prol da candidatura de Andreia do Charlinho, em razão do grande número de funcionários não concursados e de empregos manipulados pelo Prefeito Charlinho. Isso caracteriza o abuso de poder político.

    ResponderExcluir
  6. "Embora todos vivamos sob o mesmo céu, não temos o mesmo horizonte." (Konrad Adenauer)

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item