G7 QUER CONCURSO JÁ - Texto do Vereador Toni Coelho

Alguns jornais que são distribuídos gratuitamente na cidade, estampavam dias atrás noticias sensacionalistas, dizendo que os vereadores do...

Alguns jornais que são distribuídos gratuitamente na cidade, estampavam dias atrás noticias sensacionalistas, dizendo que os vereadores do grupo dos sete, estavam querendo colocar 4.000 funcionários na rua. A notícia simplesmente tem como objetivo desgastar os sete vereadores, só porque estão cumprindo seu papel constitucional de fiscalizar o executivo. O que os jornais não dizem, é que em janeiro de 2005, no inicio do governo Charlinho, existiam 1.061 (mil sessenta e um) funcionários contratados, e em 2011 este número saltou para 4.790 (quatro mil setecentos e noventa). Os jornais não dizem também, que o número de funcionários efetivos em 2005, era de 2.368 (o prefeito Sagário fez concurso publico) e em 2011 este número caiu para 1951 (mil novecentos e cinqüenta e um). Os funcionários efetivos diminuíram, alguns se aposentaram, outros pediram demissão por estarem recebendo salários “de fome”, sem nenhuma perspectiva de melhora e por aí vai. A verdade é que se os efetivos diminuíram, os contratados aumentaram em 450%, ou seja, triplicaram. O que o grupo dos sete (G7) quer na realidade, é que todos tenham direito a ter um emprego público através de concurso. Os jornais dizem ainda, que se for através de concurso, o pessoal que vai passar é “de fora da cidade”, insinuando que o povo de Itaguaí não tem capacidade para passar num concurso público. Visão preconceituosa e infeliz, até porque, entre pessoas de fora aprovadas democraticamente através de um concurso e “gente de fora” que foi colocada politicamente pelo Prefeito, ficamos com os concursados. Os jornais recebem dinheiro da Prefeitura de Itaguaí, o jornalista é o mesmo de todos os jornais e é funcionário contratado da Prefeitura, isto é o motivo da gritaria. O G7 quer um concurso público sério, ou ainda que alguns contratados que trabalham (muitos são fantasmas) tenham os direitos trabalhistas respeitados. O funcionário contratado da Prefeitura de Itaguaí, além de um salário miserável, não tem nenhum direito trabalhista respeitado. É disso que estamos falando, é disso que os jornais não falam, se é que se pode chamar de jornais...

Vereador Toni Coelho

Postar um comentário

  1. vereador faço da sua minhas palavras...
    pois isso e uma vergonha itaguai virar cabide de emprego... onde os melhores salarios sao da galera de mangaratiba agora os salario de fome fica para o pessoal mais humilde que morram aqui. o pior de tudo vereador que essa galera que vem do outro municipio na sua maioria sao arrogantes e prepotentes.
    De certa forma isso que o jornalecos disse e verdade, pouco moradores vao passar, mais pq graças essa politica educacional desse governo que deveria ter vergonha em disser na entrelinha que nos moradores somos burros. graça a Deus sou concursado devo muito a governo anterior mesmo como diziam por ai que era analfabeto... fez 2 concurso e plano de cargo e salario da educaçao. por isso nao estamos pior. agora o contratos todos estao ganhando menos que um salario minino e quando sao mandado embora so ganham um pé na b...

    ResponderExcluir
  2. ´´Olhe sou solidário com vereador, Toni Coelho´´
    vem fazendo um trabalho de esclarecimento a população de Itaguaí, acredito que no momento e um porta voz ,dos funcionários públicos municipais efetivos é contratados ! dos novos vereadores eleitos,Toni e uma grande surpresa ?
    Entendo também as dificuldades,o único meio municipal de comunicação livre e imparcial,seja este BLOG !!!
    Tenho grande esperança no aumento do numero de vereadores(P.E.C n° 58
    nas próximas eleições, com um numero elevado de novos vereadores,a população terá mais representatividade, em áreas vitais como, educação,saúde, segurança,e bem estar social,e informação !

    QUANDO UM CIDADÃO COMUM INFLINGE A LEI, ELE E PUNIDO PELOS ORGÃOS COMPETENTES CONSTITUIDOS!
    PENSANDO DESTA FORMA, E OBRIGATORIO A ABERTURA DE CONCURSO PUBLICO EM ITAGUAÍ. JÁ QUE ESTAMOS EM UM MUNICIPIO BRASILEIRO, VAMOS CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL!

    ResponderExcluir
  3. VEREADOR TONI COELHOquinta-feira, 21 abril, 2011

    Na sessão de terça feira,dia 19 de abril,aprovamos uma lei de minha autoria ,o vereador Vicente assina comigo e todos os vereadores do g7,em que autorizamos o Prefeito(executivo) a conceder auxilio transporte para funcionários da educação(professores.administrativos , pessoal de apoio etc)no valor de 20% para quem recebe salário minimo e 15% para quem recebe acima do salário minimo.Não é muito mas é uma forma de ajudar um pouco essa categoria que precisa se deslocar para as escolas,gastando assim dinheiro com passagem e tornando um salário ruim em pior ainda.Dinheiro a Prefeitura tem muito,basta agora o Prefeito tomar providências,nossa parte ja fizemos.... VEREADOR TONI COELHO

    ResponderExcluir
  4. Prezado Vereador Toni Coelho: Em todos os períodos pré-eleitorais a discurso é repetitivo: Aumento de salário para os servidores e abertura de concursos públicos, com o firme propósito de iludir os eleitores.

    É sabido que o aumento de despesas com o pagamento de servidores, além do que é permitido por lei, é inconstitucional e o Prefeito não burro suficiente para cair na Lei de Responsabilidade Fiscal à custa de salário de servidor. É como marca de “batom na cueca”, não tem explicação!

    Com funcionários terceirizados ele “foge” da Lei de Responsabilidade Fiscal, apresentando como justificativa os Contratos de Prestação de Serviços com as empresas. Com o número de contratados atualmente, ele no mínimo pode contar com votos suficientes para reeleger sua “base aliada”.

    Faço aqui algumas perguntas que necessitam de respostas:

    Quantas mensagens foram encaminhadas, votadas e aprovadas na Câmara Municipal no exercício de 2010 e neste exercício, que pautaram sobre aumento de salário para os servidores e sobre abertura de concurso público?

    Se encaminhadas, votadas e aprovadas, quantas foram sancionadas pelo Executivo Municipal?

    Se aprovadas em 2010, houve algum aditamento ao orçamento para custear novas despesas para 2011?

    A Câmara Municipal já está empenhada na aprovação do orçamento de 2012 incluindo as novas pautas de despesas?

    Concurso Público em Itaguaí agora em final de mandato???????

    FALA SÉRIO!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. VEREADOR TONI COELHOquinta-feira, 21 abril, 2011

    Caro Sergio Prata ,outro dia vi num de seus comentários que voce tinha esperança na renovação em relação a mim e se não me engano, ao Abelardinho.Voce se mostrava decepcionado e particularmente no meu caso,gostaria muito de te conhecer pessoalmente e olhando olho no olho te perguntar, onde foi que te decepcionei e principalmente ,o que voce esperava de mim para tamanha decepção.Não mudei em nada meu comportamento,as pessoas que me conhecem sabem disso.Por outro lado, estou no meu primeiro mandato e as pessoas sozinhas em um parlamento não são nada.A maior prova disto é o grupo dos quatro, que apesar de ter vereadores veteranos,não ganha nada no plenário.sou concursado do municipio de Itaguai e do Estado e não vejo outra forma justa de se entrar para o serviço público.O governo do Charlinho ,não esta acabando como voce disse, e se não tivermos um concurso público, que diga-se de passagem, nem o ministério Público conseguiu que ele fizesse ,teremos uma avalanche de funcionários contratados para serem cabos eleitorais nas próximas eleições.Acho seus posicionamentos inteligentes,coerentes, mas ser contra tudo as vezes pode acabar desqualificando posições que poderiam contribuir bastante com o processo democrático.Marcar posição de forma inteligente,volto a dizer,não significa ser"do contra"tudo e todos.Reflita sobre isso.Quando quiser venha me visitar na Câmara.terei maior prazer em ouvir a causa da sua decepção com este vereador, e quem sabe não consigo te mostrar o outro lado da moeda, que de fora muitos não conseguem enchergar.Pode ficar tranquilo que não vou pedir seu voto ,nem seu apoio, pois sei que voce esta lançando o Naype e alem do mais voce só teve trinta e cinco votos.Calma,foi só uma brincadeira pra ficarmos amigos,rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Prezado Toni Coelho: É bom saber que você tem apreciado os meus comentários. Realmente comentei sobre você e sobre o Abelardinho e confesso que esperava que fossem mais audaciosos, que mostrassem à que vieram e rompessem imediatamente, logo após as eleições, com a hipocrisia de um Legislativo que apoiava integralmente os desmandos do Executivo. Isto foi e é a minha decepção como contribuinte, em relação a vocês.

    Não sou nenhum “mago” ou “profeta” da política, mas assim como outras lideranças de muito maior apoio popular e prestigio, se desgastaram ao longo dos anos pela mesmice, e cito como exemplo mais recente Cesar Maia.

    O líder do nosso Executivo Municipal, sabendo que não tem mais como caminhar sem esbarrar nos próprios erros, agarra-se aos Prefeitos de Mangaratiba e de Seropédica, como seus fiéis escudeiros para tentar impor-se diante do “bebum” de Cavalcante e do “Dudu Malvadinho” que fazem de tudo para fazer com que Itaguaí cada vez mais se pareça com um subúrbio da cidade do Rio de Janeiro.

    Eu não sou contra tudo e contra todos. Não sou tão chato assim! Os meus 35 eleitores haverão de concordar comigo, principalmente os daqui de casa. Caso contrário eu deixarei de pagar as contas de luz e a internet, até eu receber apoio integral (rzrzrzrz)

    Quanto a questão do concurso público, ao contrário do que possa estar parecendo, eu creio que precisa ocorrer dentro de uma lógica de necessidades prementes, exatamente nesta ordem: saúde, educação e segurança, por não justificar os pagamentos absurdos feitos às empresas terceirizadas, com contratos viciados e superfaturados.

    Mas havemos de concordar: Não existe orçamento para isto! Ele não foi votado no exercício anterior e o líder do Executivo não vai querer cair na LRF. Onde está a rubrica no orçamento municipal que autoriza o aumento de salário dos servidores e para a realização de concursos públicos?

    Quanto ao NAIPE, é meu amigo e eu não o lancei como candidato. Quem sou eu para isto? Eu apenas indiquei o nome dele como opção para inclusão em uma nominata “puro sangue”, de pessoas envolvidas com os interesses comunitários e de classes.

    Minha participação no último pleito municipal foi uma experiência impar, que não se repetirá. Não tenho feeling para isto! Tive mais votos do que esperava ter. Eu calculava uns 20.

    Realmente estou para fazer uma visita à Câmara Municipal, e com toda certeza darei uma passada em seu gabinete. Só estou esperando chegar de Israel o Colete Kevlar que encomendei.

    Cito abaixo mais uma das belas frases que François–Marie Arouet (VOLTAIRE) Poeta, Escritor, Ensaista, Dramaturgo, Historiador, Filósofo, Iluminista e, sobretudo Maçom, deixou, para a mais profunda reflexão:


    "O valor dos grandes homens mede-se pela importância dos serviços prestados à humanidade."

    Um forte abraço,
    SÉRGIO PRATA.’.

    ResponderExcluir
  7. Ver. Carlos Kifer,

    Senhor Sérgio Prata, ao ler seu comentário, gostaria de informar que os funcionários contratados, comissionados e efetivos estão todos enquadrados no percentual de 56% que o prefeito pode gastar com o funcionalismo. Ocorre que o município hoje possui uma arrecadação muito boa, para se ter um exemplo ao analisar os balancetes de jan.,fev. e março, em nenhum desses meses o prefeito superou o percentual de 46% com a folha de pagamento. Na verdade ao contratar, ele coloca quem ele quer, do modo que ele quer, sem dar satisfação a nenhum outro poder. Nós somos sabedores que não pode haver um numero excessivo de funcionários contratados como possui hoje a prefeitura de Itaguaí, isso gera um fisiolgismo. Devemos diminuir o numero de contratados, realizarmos um concurso público urgente, pois o Sr. há de convir que não existe cobrança social num município que gera essa quantidade enorme de pessoas subordinadas ao sistema, isso não é evolução e sim retrocesso.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    O grande temor de aplicação de Concurso Público, é o risco de um baixo índice de aprovação de moradores de Itaguaí.

    Na minha opinião, ter medo disso, é assumir que a Educação Pública no município é um fracasso!

    Se os jovens tivessem melhor formação, teriam amplas condições de aprovação.

    Mas deixo aqui uma solução para essa questão:

    (Vai parecer que estou puxando sardinha para meu lado profissional mas vamos lá)

    Como professor de curso preparatório da cidade, graças a Deus já ajudei muitos jovens de Itaguaí a ingressar nas melhores escolas técnicas do RJ. Sempre que se fala de Concurso Público para a Prefeitura de Itaguaí, vejo muitas pessoas procurando o curso para se prepararem. O problema é que nunca acontece a tal prova. Fora o GPI-Célula 1, onde trabalho, na cidade existem diversos cursinhos preparatórios como a Unidade da Academia do Concurso Público e a FLG Preparatórios, fora os professores particulares.

    Deixo a ideia de a Prefeitura fazer convênio com esses cursos preparatórios ajudando os atuais funcionários contratados e demais itaguaienses interessados em ingressar na carreira de funcionário público a serem aprovados.

    Essa visão não é de alguém interessado em ganhar algo com isso pois não cairá História na prova e sou professor dessa disciplina e nem sou sócio do curso.

    Não sei a legibilidade dessa proposta mas é uma saída.

    O Concurso Público para a Prefeitura de Itaguaí tem que sair e VAMOS ESTUDAR!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Sobre os nomes dos vereadores citados, eu nunca escondi que sou fã dos atuais vereadores Márcio Pinto, Toni Coelho, Carlos Kifer, Nisan e Vicente Rocha. Falo do ponto de vista da qualidade das discussões e leis apresentadas.

    O Abelardinho que será prefeito de Itaguaí um dia, é um caso à parte pois só serei fã dele quando souber que o mesmo está se qualificando, com cursos de gestão e formação de equipe qualificada para seu governo. Para eu virar fã dele, falta perder esse medo que seu governo possa ser um retrocesso para Itaguaí.

    Sobre o posicionamento de alguns Vereadores no início de mandato, quando havia o G6 x G5, eu via nos olhos de alguns dos que apoiavam o Prefeito a tristeza pelos seus comportamentos e lá eu senti que um dia a mesa ia virar.

    A nota triste foi que mudou mas um dos que sou fã também mudou de lado.

    Se tivessem do mesmo lado, na oposição, os vereadores Márcio Pinto e Carlos Kifer, ia ser difícil para o Governo.

    Deixo claro que isso é minha opinião!

    Sobre futuros apoios, não divulgarei meu voto mas o Blog Política de Itaguaí vai apoiar diversos nomes, dos que lá estão e dos que estão fora mas se eleitos podem fazer algo pela cidade.

    Em breve vou abrir discussão sobre os nomes. O Sérgio Prata já deu uma ideia sobre essa discussão mas estou pensando em outras.

    ResponderExcluir
  10. Em relação a questão dos contratos, poucas pessoas notaram que a questão dos CONTRATOS está intimamente ligada a ECONOMIA DA CIDADE!

    Todos sabemos que 99% dos contratados provém dos moradores da cidade, e que provavelmente gasta a maior porte de seus salários na cidade de Itaguaí!

    Levando-se em conta que em média, cada contratado representa uma família, logo, são quase 5 mil famílias que dependem DIRETAMENTE da prefeitura.

    Logo, se cada família tem em média 4 elementos (Pai, mãe e dois filhos), estamos falando de 25% de moradores que dependem DIRETA ou INDIRETAMENTE dos recursos da prefeitura para sobreviver.

    Esses moradores, com seus salários movem a economia da cidade: Comércio principalmente.

    SE DERREPENTE HÁ UM CONCURSO GERAL...AGORA e todos os contratados forem exonerados derrepente, pode ocorrer o mesmo que ocorreu em 2010 no concurso da Câmara Municipal, onde 100% dos aprovados são de FORA DE ITAGUAÍ...

    Imagine se isso ocorre na cidade AGORA! Caos social, milhares de desempregados...o comércio sentirá FATALMENTE a falta de dinheiro na praça, demitindo seus funcionários também...

    Não sou contra o concurso público, deve fazer, mais não se deve as coisas desesperadamente, e sim paulatinamente...

    essa é minha opinião!

    ResponderExcluir
  11. VEREADOR TONI COELHOsexta-feira, 22 abril, 2011

    Quero informar ao companheiro sergio Prata e a outras pessoas que estão no debate em relação ao concurso e tambem a questão dos funcionários contratados,que ja vimos a divulgação de um concurso público em itaguaí no Jornal Atual e outros jornalecos "chapa branca" da Cidade.O prefeito Charlinho,toda vez que vê o assunto aflorar com muita intensidade ,finge que vai fazer o concurso e é só a 'poeira baixar" e tudo cai no esquecimento.Voces sabiam que está publicado no diário oficial do executivo a previsão do concurso público.A prova, se não me engano ,seria realizada pela UERJ e exite uma previsão de gastos com este concurso no valor de r$300.000,00(trezentos mil reais.Como se vê não estamos sendo precipitados em cobrar a realização do concurso.Vou alem:acho que estava tudo preparado para acontecer(concurso) caso ele(prefeito) não conseguisse "resolver" o problema dele em Brasilia.Ai sim faria um concurso ou deixaria marcado,para criar um problema para quem entrasse.Mas não somos radicais(g7),se ele enviar a lei dos contratos dizendo onde os funcioários são nescessários(secretarias),a quantidade que cada setor precisa e principalmente,que garanta os direitos trabalhistas dos contratados,inclusive optando pela CLT,nós vamos analisar e aprovar.Não queremos de forma alguma prejudicar os funcionários.Quanto a ideia do Professor Fabiano, de um convênio da Prefeitura,para colocar cursos preparatórios para os funciónários contratados se prepararem para o concurso, acho interessante,mas se a ideia é aprovar nossa população,eu limitaria aos contratados a mais de um ou dois anos e que comprovassem residir em Itaguaí.Isto para participar do curso através do convenio,não estou falando em participação no concurso,que neste caso deve ser aberto a todos(constituição).De qualquer forma o debate está muito bom.Parabens a todos...Vereador TONI COELHO.

    ResponderExcluir
  12. O grande problema desse concurso preparatório é que provavelmente será um FRACASSO! A culpa, por incrível que pareça são dos governantes da cidade, não só os atuais, mais os antigos também!

    O Itaguaiense aprendeu desde criança que a prefeitura sempre TEM e sempre TERÁ um contrato para ofertar aos "necessitados".

    Aliás, a cultura popular local ainda ver o concurso público como um modo de legitimar (se vcs me entendem) a permanência dos contratados..."efetivando-os!!!"

    Ou seja, o morador local NÃO leva mais fé nos concursos promovidos pela prefeitura...pois sabe que no final, ou o concurso será cancelado, ou vai haver "barbeiragem"...

    VEJA O QUE O MORADOR PENSA....

    PRA QUE VOU FAZER O CONCURSO?
    SE NO FINAL VAI PASSAR OS QUE ELES QUEREM?
    SÃO TUDO CARTAS MARCADAS!
    QUANDO VC TIVER 18 ANOS VOU MANDAR O CURRÍCULO PARA FULANO DE TAL QUE ELE ARRUMA....

    Ou seja, o maior problema para a realização do concurso em Itaguaí é o descrédito das instituições locais e a falta de hábito em fazer concursos de maneira perene, como de 2 em 2 anos por exemplo.

    O último concurso da Educação em Itaguaí foi quando? 2001? Se for, 10 anos é muito tempo! Será que a nossa prefeitura não podia ter feito 1 concurso a cada 2 anos, manteria sempre um banco de aprovados a disposição do prefeito!

    ResponderExcluir
  13. VEREADOR TONI COELHOsexta-feira, 22 abril, 2011

    É Danilo infelizmente sou obrigado a concordar com voce em parte.A Cidade esta crescendo muito ,não conhecemos todos como era antigamente.A tendencia é que uma nova mentalidade se instale em todos os aspectos.os politicos por exemplo ,terão que ter um trabalho comunitário que seja reconhecido.Quem pensar que basta "comprar" votos poderá ter uma grande decepção, sem falar no prejuizo.A população terá que evoluir culturalmente e um convivio mais aberto, vai trazer uma nova mentalidade para a nossa Cidade.É o que esperamos,é o que desejamos...

    ResponderExcluir
  14. Vereador Tony Coelho, fico feliz por você ter entendido minhas palavras, concordo integralmente com seus comentários.

    ResponderExcluir
  15. Prezados Senhores: Observem como é de grande utilidade pública um bom debate eletrônico! Escrevemos o que acreditamos ser verdade e temos como resposta o que parece ser real. Por fim, parece que definitivamente estamos a alguns passos de decifrar os enigmas da “caixa preta” da gestão pública municipal de Itaguaí.

    Confesso que comecei a romper de forma cautelosa com o “paredão invisível”, qual eu faço questão de manter erguido, quando alguns “críticos de plantão” podem supor garantir ser uma espécie de “choro de derrotado”. O paredão é o meu símbolo da ojeriza contra a empáfia daqueles que achavam e ainda se acham acima do bem e do mal.

    Política em uma cidade como a nossa, deve ser tratada exatamente com formato peculiar, por não ser interior, não ser capital, e definitivamente não fazer parte da região metropolitana, e foi assim que comecei a ter respeito pelo Vereador Marcio Pinto, que foi o primeiro a defender seus pontos de vista diante das minhas afirmações e duvidas. Ontem foi a vez do Vereador Toni Coelho e hoje o Vereador Carlos Kifer, ambos, quais começo a ter também respeito.

    Ouve um rompimento de parte do Legislativo com os grilhões do Executivo? Pelo menos boa parte da imprensa alardeia o fato, carnavalizando informações. Quando, onde e como a população poderá se sentir beneficiada com tal rompimento? Desestruturar com o que está formado, mesmo sabendo que estamos tratando de quebra do fisiologismo, cria neste momento a expectativa da incerteza.

    Decerto que a realização de um concurso público para preenchimento de cargos no Executivo hoje, será bisar o ocorrido no concurso público para o preenchimento de vagas na Câmara Municipal. As vagas serão preenchidas por candidatos de fora do nosso município, a grande maioria composta de “concurseiros profissionais”.

    Quem são os grandes responsáveis por isto? Sem pestanejar eu posso garantir, hierarquicamente: Primeiramente a imprensa que trata da “grande obra” da Orla de Coroa Grande como se fosse um marco na história da cidade, uma imprensa que vive do sensacionalismo político e das “benesses” do governo, mas não procurou orientar os citadinos quanto às necessidades de cobranças efetivas, visando um futuro melhor para os nossos jovens; Depois a população que não se cobrou e não cobrou das autoridades, e por fim as autoridades, que durante anos ignorou o porvir.

    A orla ficará como um bom legado? Sem dúvida que sim, mas os recursos disponibilizados naquela obra poderiam muito bem ter servido mais positivamente para a construção de uma Universidade Municipal, à exemplo do que fez a Prefeitura de Duque de Caxias, considerando que não houve empenho dos nossos poderes constituídos para trazer para cá, sequer uma universidade privada.

    Da última vez que eu escrevi isto, fui severamente criticado, mas lamentavelmente a mentalidade de alguns continua a mesma: Sem querer desmerecer as classes, mas muitos dos nossos ainda crêem que o futuro dos jovens de Itaguaí deve ser mantido como “reféns do poder”, quiçá alguns com vida independente, como pescador, marisqueiro, catador de caranguejo, pedreiro e etc...

    Concordo com o Prof. Fabiano quando ele diz que o candidato precisa procurar um bom curso preparatório. Mas a que custo? Proponho então que a Câmara Municipal de Itaguaí, ciosa de suas obrigações para com a população, elabore e aprove um Projeto de Lei, para que o Executivo, em convênios com as universidades públicas e/ou privadas, promova cursos preparatórios para os candidatos comprovadamente moradores de nossa cidade, à exemplo dos “cursinhos pré-vestibulares populares”.

    Para quem não conhece o sistema, os “cursos pré-vestibulares populares” foram criados na década de 80, como opção para alunos de baixa renda ou oriundos da rede pública, que querem estudar em uma universidade pública. Os professores são oriundos dos centros acadêmicos ou de grupos de professores das próprias universidades. A maioria dos “cursos pré-vestibulares populares” são de baixo custo ou gratuitos.

    A proposta está lançada!

    ResponderExcluir
  16. Sérgio Prata, CONCORDO COM SUA LINHA DE RACIOCÍNIO!

    Porém, todos se esqueceram de uma coisa...é que todo cidadão tem os mesmos direitos e deveres, ora, se o poder público, seja por parceria ou não, abrir um cursinho só para moradores da cidade, estaremos esbarrando numa questão constitucional (A ISONOMIA), duvido que se alguém "de fora" pedir ao juíz, este não conceda acesso ao candidato sala de aula(!).

    Aí, criado o precedente, os candidatos de outros municípios virão assistir em cascata, ou seja, o objetivo primário (formação dos candidatos da cidade) se perde!

    O que a prefeitura pode fazer legalmente é:

    1) Formação continuada de todos os servidores.
    2) Incentivo a abertura de cursinhos pre-vestibulares e pre-concursos (a prefeitura deveria ceder as unidades em horários não utilizados)
    3) Formação para as empresas do porto!

    O ITAGUAIENSE TEM QUE PARAR DE VER A PREFEITURA COMO A ÚNICA EMPRESA DA CIDADE PARA SE PEDIR EMPREGO!!!!

    ResponderExcluir
  17. Sem dúvida a realização de concurso público é a forma mais justa para se contratar funcionários para a prefeitura,a principal pergunta é o real motivo para que deixassem a situação ficar como está. Apenas agora no fim do mandato a oposição se importa com isso?

    O cara está aí mais de um mandato e faltando apenas 2 anos para sair que ele não presta mais?

    É óbvio que o prefeito é ruim, mas a oposição também não parece tão boa.

    Apoio o concurso, mas isso mais parece um mecanismo para o "g7" tentar atormentar o prefeito.

    A impressão que passa é a de políticos que fazem de tudo para prejudicar a atual gestão, dizem ser pelo bem do povo, mas no fundo seria guerra de egos.

    Espero realmente que minhas ponderações não criem animosidades, busco apenas discutir ideias e mantenho sempre a cabeça aberta para mudar de opinião desde que os argumentos contrários sejam sólidos.

    Hoje minha opinião é que nesta briga só que vem perder é o itaguaiense, porque não vejo em ninguém a real intenção de lutar pelos eleitores.

    ResponderExcluir
  18. CAPÍTULO VII- DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

    SEÇÃO I - DISPOSIÇÕES GERAIS

    Art. 37 - A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do DF e dos Municípios obedecerá aos princípios de: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade, Eficiência; e, também, ao seguinte:

    I - os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na forma da lei;

    II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração;

    III - o prazo de validade do concurso público será de até 2 anos, prorrogável uma vez, por igual período;
    IV - durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou emprego, na carreira;
    V - as funções de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento;

    Vamos cumprir A CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL !

    ResponderExcluir
  19. Olá Henry,

    Se entendi bem, o ideal seria que Executivo e Legislativo municipal continuassem "amigos" e deixa pra lá a cidade?

    Eu já acredito que isso deva ser obrigação de toda relação executivo e legislativo: inimizade, desconfiança, briga... assim teríamos cada um fazendo o seu conforme a lei: executivo administrando e legislativo fiscalizando e cobrando o melhor para cidade.

    Então não me interessa se é para atormentar alguém ou não. O que me interessa é que Itaguaí precisa de Concurso Público e que o legislativo não tem que ser amigo do executivo.

    ResponderExcluir
  20. Você não entendeu, Professor.

    Em nenhum momento disse que deveriam ser amigos, muito menos que se dane a cidade. Legislativo e Executivo podem muito bem ser inimigos e a cidade continuar sendo ignorada do mesmo jeito, é muito relativo.

    Apenas fiz uma crítica a essa postura que pra mim deveria estar sendo feita muito tempo antes e não apenas agora.

    Se essas medidas vem sendo tomadas só agora, imagino que para alguns a situação estava boa antes, não incomodava.

    Sobre Executivo e Legislativo serem ou não amigos, discordo em parte, já que se pra você um deve sempre ser inimigo do outro, quer dizer que ambos os lados estão lá com intenções obscuras,e só a inimizade faz com que façam o seu trabalho corretamente.

    Não é preciso amizade ou não, e sim, HONESTIDADE.

    Não estou acusando ninguem de desonestidade, muito menos defendo algum lado. Estou apenas expondo uma visão independente, de quem nao se envolve com nenhum dos lados.

    É claro que Itaguaí precisa de concurso público, em nenhum momento afirmei o contrário.

    Só gostaria de saber porque muitos apoiavam o governo e só agora mudaram. Será foi só agora que começaram todos os problemas?

    Não é obrigação na relação executivo e legislativo inimizade e briga. Obrigação é um fiscalizar o outro e cobrar melhorias. Inimizade ou não já parte pra uma discussão filosófica que não teria fim neste espaço.

    Caro Professor e todos no blog.

    Não leiam minhas palavras e achem que estou aqui contra vocês. Estou apenas disposto a discutir de forma inteligente e civilizada.

    ResponderExcluir
  21. VEREADOR TONI COELHOsábado, 23 abril, 2011

    Caro Henri,iniciei meu primeiro mandato a dois anos atraz,sempre participei do executivo.Sou funcionário concursado do Estado e do Municipio,ja fui secretário de comunicação e imprensa(Prefeito Saulo),diretor de cultura(Benedito Amorim),sub secretário de Esporte e Lazer(Sagario) e coordenador de Esportes(Charlinho).Como pode ver, participei de todos os ultimos governos de Itaguai e sempre procurei fazer o melhor para a Cidade, nas funções que ocupei.O legislativo esta sendo uma grande novidade para mim,aprendo um pouco a cada dia e posso te dizer que voce não consegue nada sozinho,alias voce não consegue nada sendo minoria.Nos dois primeiros anos do segundo mandato do Prefeito Charlinho, fiquei de fora do grupo que comandava a Câmara(mesa diretora),que era composta por vereadores veteranos na casa.Iniciamos o mandato fazendo parte do g5,que era minoria.Com o tempo fomos nos articulando,vimos que vários vereadores pensavam da mesma forma em relação a como o Prefeito estava conduzindo a coisa pública,fomos nos conhecendo,conversando muito,montamos um grupo sólido, ganhamos a mesa diretora da casa,numa reação histórica que todos duvidavam.Estou te dizendo tudo isto, para justificar estar na oposição agora e não estar nos primeiros dois anos do meu primeiro mandato.Volto a dizer, eu não era vereador no primeiro mandato do Charlinho,mas fui um dos que ajudou a traze-lo para cá quando ele era um simples ex Prefeito de Mangaratiba.Durante este tempo, fiz meu trabalho como coordenador de esportes e se tive quatro vezes com ele no seu primeiro mandato foi muito,e nunca para falar de politica.Para o Charlinho politica era para os politicos e no meu caso eu era um funcionário efetivo que por(modestia a parte)ser bom no que faço,fui aproveitado,como fui aproveitado por todos os outros Prefeitos.Não aceito de forma alguma a culpa de ja no primeiro ano de mandato,não ter sido oposição,só agora.Espero ter sido entendido...Um grande abraço

    ResponderExcluir
  22. meu caro amigo danilo...
    entendo sua preucupação, mas sou funcionario efetivo de 1998 sou nascido e criado nessa cidade. fui uns dois primeiro a serem chamados.
    o caminho da nossa população e estudar independente de cursinhos preparatório... pois o salario do contrato e um miséria e sem estabilidade. eu sempre falo para meu colegas que nao sao efetivo para estudar... agora nao adianta nos termos pena,achar que o população e incapaz. pois depois que entrei na prefeitura ja me formei e quero um lugar de efetivo na minha profissão e tem muita gente boa e morador que nao consegue essa tal contrato.

    ResponderExcluir
  23. Caro Vereador.

    Obrigado pelos esclarecimentos e me ajudar a entender esta sua trajetória até ser oposição.

    Parabéns pela seriedade e por usar este espaço para esclarecer qualquer tipo de dúvidas.

    ResponderExcluir
  24. VEREADOR TONI COELHOsábado, 23 abril, 2011

    Valeu Henri,toda estória tem duas versões.só quis mostrar a quanto tempo participo de todos os governos do ex prefeito Otoni Rocha em diante ,e como funcionário público concursado,não estando vereador,vou continuar participando de outros e quem sabe por ser uma pessoa de trabalho,ocupe novos cargos, em outros governos ,sem me sentir "traidor".um abraço.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item