Itaguaí: Vereadores apontam contradições entre secretários

Jornal Atual, 05 de maio de 2011. Depois de intimados pela Justiça a prestarem esclarecimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito das C...

Jornal Atual, 05 de maio de 2011.

Depois de intimados pela Justiça a prestarem esclarecimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito das Casinhas do Chaperó, os secretários de Planejamento, Maurício Vieyra, e de Assistência Social, Valeria Izabel Ribeiro, compareceram na tarde anteontem ao plenário da Câmara Municipal, onde responderam aos parlamentares aspectos relacionados à definição dos beneficiários com as casas dos conjuntos residenciais Esmeralda, Turmalina e Topázio.

Procurado pelo ATUAL para falar sobre o assunto, o vereador Toni Coelho, que participou dos depoimentos dos secretários, disse que houve contradições entre as declarações do secretário Maurício Vieyra e Maria Izabel. “Eles não souberam informar quais foram os critérios utilizados na seleção e quem finalizou a listagem das pessoas contempladas”, ressaltou Toni Coelho. Relator da CPI, o vereador Carlos Kifer foi cauteloso nas afirmações, mas ressaltou que o colegiado ainda tem dúvidas a esclarecer e não descartou que novas convocações sejam feitas.

Ainda segundo o vereador Toni Coelho, os moradores dos conjuntos Esmeralda Turmalina e Topázio estão desinformados sobre o contrato de compra e venda com a Caixa Econômica Federal. “Os moradores só souberam do contrato após a entrega das chaves”, concluiu Toni Coelho.

Depois dos depoimentos dos dois secretários uma dúvida que ainda não foi esclarecida é a responsabilidade final sobre a definição de quem ficou com as casas. Os vereadores querem saber se a escolha dos nomes partiu da Caixa ou da prefeitura.

Por: Welington Campos - Jornal Atual

Postar um comentário

  1. Tem um mal entendido ou não ?
    Os vereadores colheram o depoimento dia 10/05/11
    A fonte já tinha conhecimento antes ? Jornal Atual, 05 de maio de 2011.

    Meio estranho não ?

    “Os moradores só souberam do contrato após a entrega das chaves”, concluiu Toni Coelho.

    "Após essas declarações vai sobrar,para lado mais fraco os moradores"

    ResponderExcluir
  2. VEREADOR TONI COELHOquinta-feira, 12 maio, 2011

    O Prata travestido de pulga ruiva,para de forçar a barra do que voce não sabe.Dia 9 de maio,segunda feira,nós ouvimos a assistente social Ligia.Na terça feira,dia 3 de maio,nós ouvimos os secretários Dr Mauricio (Planejamento) e Maria Isabel(Ação Social).Voce esta começando a exagerar,voce não é o dono da verdade e nós não vamos aumentar numero de cadeiras só porque voce quer.Todos os vereadores que estão na Câmara,bons ou ruins,venceram as eleições com onze cadeiras.Quem quiser moleza que sente no seu colo.Se por acaso acharmos importante o aumento do número de cadeiras ,isso será feito,não porque voce esta pedindo.Quem tiver disposição e achar que esta bem com os eleitores que se habilite.Do contrário some forças com quem achar que tem afinidade.Como voce mesmo diz ,ser pedra é facil ,dificil é ser vidraça.Se nós não estivessemos trabalhando voce ia criticar,como estamos,voce tambem critica.Vira suas armas pra quem "ta no arrego"...VEREADOR TONI COELHO.Em tempo: não adianta insistir ,o pessoal quer ficar aqui no Blog do professor Fabiano,não quer ser atraido com matérias apelativas,para ir para o seu blog.

    ResponderExcluir
  3. Na postagem anterior a informação do jornalão era dia,10 de maio de2011,fizeram a correção ?
    Jornal Atual, 05 de maio de 2011.

    ResponderExcluir
  4. “Creia, não há pessoas tão insignificantes e desprezíveis, e elas podem, qualquer dia desses, ser úteis a você”

    O filme “Sociedade dos poetas mortos” tenta mostrar como seria o arquétipo de um professor inovador: “O Professor deve emocionar e ensinar sem ser libertino; instigar e provocar o que há de mais genuinamente humano no aluno sem perder o respeito deste. Em suma, é uma explosão de movimento, criatividade e emoção.”

    “ Pena que essa espécie entrou em extinção antes mesmo de se quer existir.”

    “A relação de “Conhecimento” não pode ser hierárquica ou de subordinação (O meu lugar me preserva prerrogativas que o seu não = patentes), pois quando se age dessa forma se evoca o professor “ditador”, o que traz de volta o autoritarismo.”
    “Nem os professores nem os comentaristas são perfeitos, mas o ambiente deve se pautar por um comportamento ético, de decoro e dignidade, de cooperação, diálogo e de busca de aperfeiçoamento por parte de todos. Liderança, autoridade e competência não podem ser confundidas com um direito a se tornar um carrasco ou ditador. A atitude de “você vai ver quem manda aqui” lembra presídios e campos de concentração, e não uma instituição de meio de comunicação digna desse nome
    O respeito acadêmico se estabelece gradualmente, à medida que as pessoas conhecem a capacidade intelectual e o comportamento ético do profissional. Não pode ser imposto pelo medo ou agressões.”
    Os comentaristas não devem aceitar imposições ou idéias que não foram apresentadas com argumentação convincente, pois se assim fizerem, deixarão de ser cidadãos e passarão a ser simplesmente fantoches. É isso que você é?

    “Creia, não há pessoas tão insignificantes e desprezíveis, e elas podem, qualquer dia desses, ser úteis a você; o que elas certamente não serão se você já as tratou com desprezo. Injustiças se esquecem, desprezo, jamais. Nosso orgulho guarda essa lembrança para sempre." (Lord Chesterfield, 1694-1773)

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item