No RS, site quer incentivar participação popular no governo

Nota do Blog: será que esse projeto não poderia ser implantado em Itaguaí? - O governo do Rio Grande do Sul pode dar um novo sentido a uma...

Nota do Blog: será que esse projeto não poderia ser implantado em Itaguaí?

- O governo do Rio Grande do Sul pode dar um novo sentido a uma prática simples, mas ainda pouco comum no Brasil nos meios público e político. Ouvir perguntas e sugestões da população e, o mais importante, respondê-las. Com ferramentas simples e fundamentado nas ideias da chamada cultura digital, o governo lançou o GABINETE DIGITAL e pretende ser não somente um canal de comunicação, mas o início de um novo conceito de administração pública.

Lançado há dez dias, o site tem três espaços de participação. No primeiro, “Governo responde”, internautas mandam perguntas e a mais votada será respondida pelo governador Tarso Genro (PT) no final do mês (imaginem as perguntas dos cidadãos de Itaguaí sendo respondidas pelo Prefeito). Em uma semana, o Gabinete Digital recebeu 147 perguntas em uma semana e 3.691 votos. O assunto mais tratado é segurança pública. No segundo, “Governo Escuta”, audiências públicas serão transmitidas pela internet e os internautas poderão participar por ferramentas de bate-papo. (imaginem os cidadãos participando dos grandes debates de interesse da cidade de Itaguaí)

Por fim, tem a “Agenda Colaborativa”. Cada vez que o governador for a alguma cidade, a visita será anunciada e os moradores poderão sugerir os temas que devem ser observados ali. (imaginem o Prefeito de Itaguaí visitando um bairro e buscando atender as solicitações dos moradores) “Quando abrimos essa possibilidade, geramos uma agenda de resolução de uma certa demanda. É um embrião para um modelo de gestão colaborativa”, avalia Fabrício Solagna, um dos membros do Gabinete.

A conclusão de Solagna pode ter um quê de exagero (ou utopia, dependendo do ponto de vista), mas é possível, na avaliação do coordenador do Centro de Tecnologia e Sociedade da Faculdade de Direito da FGV-RJ, Carlos Affonso Pereira de Souza. “É um passo interessante para a participação popular na decisão do governo”, considera.

Lilian Venturini, do estadão.com.br

NOTA DO BLOG: lembramos que isso é uma proposta para Itaguaí. Não estamos falando desse atual governo mas algo assim pode ser implantado nesse governo e no próximo também. BASTA QUERER MOSTRAR RESPEITO AOS CIDADÃOS ITAGUAIENSES. O candidato a Prefeito que vier com essa proposta e colocar em funcionamento de verdade, terá todo o apoio do Blog Política de Itaguaí.

Postar um comentário

  1. A educação faz com que as pessoas sejam fáceis de guiar, mas difíceis de arrastar; fáceis de governar, mas impossíveis de escravizar.

    (Peter Drucker)

    ResponderExcluir
  2. Eu achei ótima a ideia ! basta ter vontade política para governar bem.
    Mais gostaria de saber se seria implantado também na França , porque em caso de visita o Governador , só viaja pra lá.

    ResponderExcluir
  3. Prof° Fabiano Bastosquarta-feira, 08 junho, 2011

    Olá,

    Uma administração pública em Itaguaí, com a participação direta da população, é algo inovador e até mesmo um tanto quanto utópico... mas não custa nada pensar nisso.

    Se algo assim fosse implantado em Itaguaí, a cidade estaria na vanguarda do processo em nosso Estado e seríamos exemplo no RJ e no Brasil.

    Mas para pensar assim, tem que ser um político que pensa em algo mais do que ser Prefeito ou Vereador de Itaguaí.

    Ganha o povo pelo espaço que receberá e ganha o político que colocar em prática pois deixará uma marca positiva muito forte.

    Alguém se apresenta?

    ResponderExcluir
  4. Akí em itaguaí isso vai sim um dia chegar mais não agora só mais uns anos pra frente poís a meta esta sendo tira ás pessoas da lama...

    ResponderExcluir
  5. O grande problema de Itaguaí, é que aqui o poder vai querer inovar, vai criar o GABINETE VIRTUAL idêntico ao das companhias telefônicas: O contribuinte liga e do outro lado atende uma gravação.

    ___ Prezado contribuinte: Sua ligação é muito importante para nós!
    ___ Não desligue, aguarde na linha que em breve atenderemos!

    Dois meses depois um atendente de verdade resolve atender a ligação.

    ___ Pois não? O que podemos fazer?

    ResponderExcluir
  6. RS volta a ter Orçamento Participativo. Trabalho será coordenado por Cecília Hypólito

    Suplente na Assembleia gaúcha durante a legislatura que chega ao fim no dia 1º de fevereiro, a deputada estadual Cecília Hypólito (PT) faz parte de um grupo de seis parlamentares que têm a tarefa insólita de cumprir mandato durante um único mês. E logo o mês de recesso da Casa. “Entendo que os espaços públicos que as mulheres conquistam são muito suados. Eles precisam ser valorizados.
    A partir de 1º de fevereiro, Hypólito terá pela frente outra tarefa: coordenar o Orçamento Participativo (OP), que voltará a existir no estado e ficará sob o chapéu da Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã, comandada por João Motta (PT). Hypólito acredita que o OP chega mais próximo dos anseios das comunidades que outros instrumentos semelhantes, como a Consulta Popular e os Coredes. “Tenho absoluta certeza que é o debate mais regionalizado, a partir de todos os setores da sociedade”.
    Hypólito ressalta que o orçamento para 2011 já foi definido no ano passado. Portanto, as demandas da sociedade, por meio do OP, deverão ser incluídas no orçamento, a partir de 2012. As discussões com a população devem começar no mês de março.
    Fonte; http://sul21.com.br/jornal/2011/01/cecilia-hypolito

    "em ITAGUAÍ"
    Eu acredito que no futuro !!!

    Atualmente o prefeito não dar satisfação nem ao legislativo de nosso município ? que e um dever constitucional.

    "Agora imagine pode parecer um sonho romântico,os habitantes de nosso município participando das prioridades,com sugestões na administração pública de Itaguaí"

    abraços;Raízes

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item