500 PROPOSTAS PARA O PRÓXIMO PREFEITO DE ITAGUAÍ (2013-2016)

Blog Cidadania do Porto Ajude-nos nesse projeto, enviando propostas e sugestões para o futuro prefeito de Itaguaí ... estou trabalhan...

Ajude-nos nesse projeto, enviando propostas e sugestões para o futuro prefeito de Itaguaí

... estou trabalhando em um novo projeto que resultará na produção de 52 postagens distribuídas pelo periodo de 100 dias.
Essas postagens serão divididos em temas e assuntos relacionados a possíveis programas de governo que futuramente deverão ser apresentados pelos candidatos. Esse complexo trabalho é uma iniciativa conjunta entre os blogs Politica de Itaguaí e Cidadania do Porto.

Espero que a partir da semana que vêm, serão postados junto com o tema relacionado, várias propostas. E todos podem nos auxiliar nesse projeto! Lançando comentários no próprio blog ou nas redes sociais do facebook e orkut.
A nossa meta é chegar a 500 propostas que sejam úteis para a cidade de Itaguaí. Fica aqui o convite, a todos para organizar esse rascunho de programa de governo, influencie o próximo governante sugerindo mudanças em qualquer tema relacionado a cidade. A previsão é que começaremos no final da semana que vêm, até lá!

Postar um comentário

  1. Bom dia Prof Danilo, espero que este espaço seja bem aproveitado. Gostaria de apresentar 2 sugestões:
    1- Mudança no gabarito da cidade e incentivos fiscais para q sejam construidos predios residencias até 10 andares, o que incentivaria, entre outras coisas, a geração de empregos;
    2- Realização de licitação para instalação, no municipio, mais empresas de ônibus para melhorar o sistema de transportes e também termo de ajustamento de conduta para que haja transporte publico para o centro e bairros de Chaperó, brisamar, 26 de dezembro, mazomba, ilha da madeira, teixeira, entre outros até meia noite.

    ResponderExcluir
  2. Zé Ninguem foi aprovado pela Câmara prédios com gabarito até 15 andares, quanto ao transporte as empresas estão deixando a desejar.Parabéns ao Blog e ao Professor Danilo, por colocar em discussão propostas para desenvolvermos a nossa cidade com sustentabilidade.

    ResponderExcluir
  3. Proposta de GERAÇÃO Trabalho e Renda

    Parceria com as empresas que compõe o Municipio , para o desenvolvimento do mesmo . Contratando os moradores locais fazendo circular toda economia local.para isso , investir em projetos profissionalizantes e capacitação continuada na população de jovens (18 a 24anos) investindo que esses jovens tenham acesso a qualificação sem sair do municipio ou seja convidar universidades ( estacio , unisuam , candido mendes ) a serem parceiros com bolsas integrais .
    objetivo
    1. Promover oportunidades;
    2. Facilitar a autonomia;
    De acordo com LIorens (2001) para superar a pobreza não basta
    simplesmente a adoção de políticas públicas compensatórias, focalizadas nos grupos mais desfavorecidos. O importante é “promover a iniciativa de desenvolvimento local endógeno e de geração de emprego produtivo para enfrentar, precisamente a pobreza e a marginalização de forma mais sustentável e consistente, não somente assistencialmente”.

    ResponderExcluir
  4. A minha sugestão, no momento, é que a Câmara vote uma Lei que PROIBA quaisquer vereadores e prefeito do município a fazer quaisquer indicações ou nomeações políticas visnado a ocupação de cargos públicos ou cargos em empresas privadas.


    Já temos a Lei da Ficha Limpa, mas isso é pouco. Falta agora acabar com as indicações políticas.

    Os cargos devem ser ocupados por técnicos comprovados e por pessoas aprovadas em concurso público.

    Espero isso do prefeito atual, mas com ele é mais fácil um elefante voar, do que essa lei ser votada. E espero isso também dos vereadores atuais. Trabalhei em uma empresa privada onde muitos cargos, senão todos,eram indicações políticas ou de vereadores ou do prefeito Charlinho.

    O povo precisa tomar consciência de que as indicações políticas são uma afronta à nossa inteligência. Já passou da hora de se acabar com isso!!!

    ResponderExcluir
  5. Esqueci de incluir também uma sugestão que não é muito diferente da primeira:

    apesar de ser um fenômeno que depende da boa vontade dos deputados federais e de senadores em Brasília, gostaria que os atuais vereadores acabssem com os cargos comissionados na esfera do poder público.

    ResponderExcluir
  6. Giovani Velasco(afas)quinta-feira, 08 setembro, 2011

    boa tarde, prof, Danilo ,gostaria de apresentar algumas sugestoes na area da cultura; A CRIACAO DO :01-CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA , ,02-criacao da orquestra sinfonica minicipal,03- FESTIVAIS DE CINEMA, E LITERATURAS ,04-AMOSTRAS DE ARTES PLASTICAS COM PREMIACOES AO ARTISTAS,O5- CRIACAO DE CONPANHIA MUNICIPAL DE DE TEATRO, 06-FESTIVAIS DE MUSICA MUNICIPAL,(PROJETO CULTURAL DA A.F.A.S._Itaguai do futuro se faz no presente. Giovani Velasco,Pres-a.f.a.s

    ResponderExcluir
  7. 1.econômica – os empreendedores usam sua capacidade para estruturar os fatores produtivos locais, para alcançarem níveis competitivos de produtividade;

    2. formação de recursos humanos – adequação da oferta de conhecimentos e informações às demandas de inovação e aprendizagem dos grupos locais;

    3. sociocultural – os valores e as instituições locais impulsionam o processo de desenvolvimento;

    4. político-administrativa – a gestão local e regional facilita a articulação entre o público e o privado, para a criação de “entornos territoriais” favoráveis ao desenvolvimento local;

    5. ambiental – atenção às potencialidades e limitações do ambiente na promoção do desenvolvimento local.

    ResponderExcluir
  8. errata: O Inicio da postagem anterio.

    Para desencadear o processo de desenvolvimento econômico local,

    com vistas à melhoria do nível de vida da famílias e comunidade local, é

    necessário enfatizar as dimensões:

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, tomei a liberdade de transcrever a postagem abaixo, pois acredito que também cabe como sugestão:

    Silvestre disse...
    Boa tarde a todos. Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Prof. Fabiano pela lembrança do meu nome. Apesar de apenas 9 anos de formado e ter iniciado minha carreira profissional em Angra dos Reis, onde pude participar da criação da Secretaria de Esporte e Lazer, em 2008, época em que estava como assessor de planejamento, sem contar fazer parte da equipe que criou e desenvolveu diversos projetos na área e, que rendem frutos até hoje, inclusive uma lei de incentivo ao esporte e a cultura no âmbito local.
    Sem entrar na seara de nomes e benesses criadas ao longo do tempo para Itaguaí é fato que o esporte local, assim como, de todo o Estado do Rio poderia crescer vertiginosamente se, de fato, tivéssemos uma política pública verdadeira, falando desde a União até os municípios. Falo agora como um quase mestre que, na dissertação pretende versar sobre gestão esportiva no âmbito público com ênfase na questão da administração estratégica. Talvez poucos saibam, mas aos municípios são facultados a criação de um sistema esportivo próprio (lei federal), porém se fizermos uma pesquisa nas quase 6 mil cidades do nosso país, acredito que nem 5% tenham contemplado tal artefato.
    Entendo que o caminho seja a criação de Grupos de Trabalho visando a discussão do esporte local, haja vista que uma solução ideal seria a criação de um Sistema Único do Esporte, a partir da União (algo como o SUS ou a Educação, com bases bem definidas de quem faz o que - não necessariamente isso funciona bem, vide os exemplos nessas áreas, mas pelo menos, se saberia as atribuições reais de cada ente). O Esporte local que conheço razoavelmente bem, pois fui atleta (sou nascido e criado na cidade), inclusive representando o município em competições fora daqui, prestei serviços às competições locais e, atualmente, sou contratado da pasta. Entendo que o esporte deve melhorar e, não é tão simples quando vociferamos muitas vezes aqui. Depende da vontade de cada pessoa que lá trabalha, de vontade política, de orçamento “carimbado”, de autonomia, de um preparo não só técnico, mas que envolva técnicas de gestão, o uso de ferramentas de TI, criação de requisitos para os atendimentos, não os fazendo por amizade pura e simplesmente fora outros fatores que alongariam por demais o comentário.
    Venho tentando fazer minha parte nesse jogo, criação de um blog (meio abandonado nos últimos meses é verdade) para uma melhor divulgação das notícias esportivas, rearrumação das competições e a inclusão de novas modalidades (inclusive no JEI), sem esquecer toda a equipe que faz parte da Coordenação de Esporte, pois nenhum trabalho anda sozinho e, cada um tem sua parcela nessas conquistas, avanços e retrocesso do último biênio.
    O primeiro ponto para a revitalização esportiva em Itaguaí seria a diversificação das modalidades esportivas, deixando um pouco o futebol/futsal de lado (não os excluindo, mas dando chance a outras modalidades e a outros atores do nosso esporte). Precisamos de um ginásio, um estádio, uma piscina olímpica, uma pista de atletismo? sim! E, é importante que seja feito logo, pois Itaguaí é uma cidade pequena geograficamente falando. Precisamos criar laços entre a educação física escolar e o esporte? Sim! Porém, essas mudanças não devem acontecer ao sabor da política e, sim, de forma estruturada, porque essas mudanças ocorrerão em longo prazo e, não, num mandato de 4 ou 8 anos do futuro prefeito. No mínimo, para início de conversa, precisamos de um plano decenal.

    ResponderExcluir
  10. Continuação:
    Outra ferramenta muito interessante na cidade seria o “uso” (no bom sentido) da Liga Desportiva de Itaguaí (LDI), suprindo uma vertente muito complicada de se trabalhar que é o esporte de rendimento. Aí teríamos: Educação com o esporte escolar; o Esporte com o esporte de participação e as competições e a LDI com o esporte de rendimento (pois com uma estrutura menos, seria capaz de, mais facilmente arrumar convênios e programas para o desenvolvimento dessa área).

    13/09/11 12:43

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item