Orçamento da Prefeitura de Itaguaí pode chegar aos 812 milhões de reais em 2012

Saiu no Jornal Oficial de Itaguaí de 09 de janeiro de 2012 (Ano 5 / n° 196), o orçamento para o ano de 2012 da Prefeitura de Itaguaí. Soman...

Saiu no Jornal Oficial de Itaguaí de 09 de janeiro de 2012 (Ano 5 / n° 196), o orçamento para o ano de 2012 da Prefeitura de Itaguaí.

Somando os R$ 482.610.050,00 (Quatrocentos e oitenta e dois milhões, seiscentos e dez mil e 50 reais) com os R$ 329.916.500,00 (Trezentos e vinte e nove milhões, novecentos e 16 mil e 500 reais) de Reserva de Contingência, o orçamento 2012 para a Prefeitura de Itaguaí ficará em exatos:

= R$ 812.526.550,00 (Oitocentos e doze milhões, quinhentos e vinte e seis milhões, quinhentos e cinquenta reais).
Essa é a interpretação que deu para ser feita a partir do orçamento divulgado.

Postar um comentário

  1. Cara, em pouco tempo, o orçamento da cidade chegará a casa dos R$ 1 bilhão de reais!!! Muita cidade maior que a nossa não tem nem a metade dessa grana a disposição! Somos uma cidade abençoada por Deus! Dinheiro não falta, só falta agora que os eleitores da cidade acertem na urna e escolham um novo administrador, que seja sério e coerente, para o bem da cidade!

    ResponderExcluir
  2. Para uma cidade com a extensão territorial de Itaguaí, R$ 812 milhões não é muito dinheiro para atender as demandas necessárias e definitivamente colocar os destinos da cidade “nos eixos”, sem correr os riscos de acidentes de percurso normais na vida pública, considerando que seus representantes são eleitos pelo voto popular, muitas vezes nada entendendo de administração pública e destinação de recursos.

    O Orçamento de uma cidade é formado pelos seguintes itens: RECEITA TRIBUTÁRIA e RECEITA CORRENTE LÍQUIDA. A RECEITA TRIBUTÁRIA é o resultante da arrecadação de impostos, taxas e contribuições de melhorias. A RECEITA CORRENTE LÍQUIDA é o somatório da RECEITA TRIBUTÁRIA, de contribuições sociais, patrimoniais, industriais, agropecuárias, de serviços, transferências correntes e outras receitas também correntes.

    Em nossa cidade não existem RECEITA INDUSTRIAL, RECEITA AGROPECUÁRIA e RECEITA DE SERVIÇOS, muito pelo contrário, do nosso orçamento público são retiradas tais despesas. Embora não seja do meu conhecimento, mas eu acredito que pelo avanço do mercado de capitais, que a nossa cidade tenha RECEITA PATRIMONIAL, que são os lucros e dividendos oriundos da aplicação dos recursos públicos no mercado financeiro estável.

    Sendo assim, os cofres públicos de nossa cidade sobrevivem exclusivamente de RECEITA TRIBUTÁRIA e RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, esta oriunda de repasses e transferências devidas pelo estado (ITBI, ICMS e etc,) e pela união (FUNDEB, FPM, SUS e etc.), e talvez, se estiver sendo aplicado no mercado financeiro, de RECEITA PATRIMONIAL, e isto é muito pouco, considerando, por exemplo, que a cidade poderia estar arrecadando muito mais com IPTU, não fossem as enormes faixas de terras que recolhem o ITR para a união, e que poderíamos estar arrecadando muito mais, não fossem os entraves burocráticos para legalização de empresas, com o recolhimento do ISS e com os repasses do ICMS, IPI e etc.

    Todos os procedimentos para destinação de recursos públicos, inclusive de autorização para aplicação no mercado financeiro, dependem da aprovação da Câmara Municipal, desde que não sejam alteradas para menos as destinações obrigatórias de recursos, o chamado “dinheiro carimbado”, que são os percentuais destinados por leis federais ao pagamento de pessoal, à saúde e à educação, bem como não pode ser alterado para cima os percentuais destinados ao legislativo municipal.

    O que os nossos governantes precisam compreender é que recursos públicos não existem para ter prejuízo e muito menos ser lucrativo. Eles existem para atender as necessidades da população, em retribuição aquilo que foi recolhido em forma de impostos e taxas públicas, de forma a oferecer dignidade ao cidadão.

    ResponderExcluir
  3. Assim que der, tem que ser feito um levantamento desse orçamento, em relação aos demais municípios do RJ e do Brasil.

    Aí vamos saber se é muito ou pouco.

    ResponderExcluir
  4. o que adianta aerrecadar tanto assim se a cidade e o cidadão geme de dor
    a maior parde desse dinheiro vai para pagar os processos do nosso prefeito,,,ARÃHO CAIU,O DARCI DE SEROPÉDICA CAIU, POR CORRUPÇÃO MUITO MENORES QUE A DO NOSSO GANÂNCIOSO PREFEITO ACHO QUE ELE QUER SER MAIS RICO QUE SENHOR EIKE, MAS NÃO SE ESQUEÇA A SE FAZ AQUI SE PAGA...

    PROFESSOR

    ResponderExcluir
  5. Agora esta mais do que explicado o interesse em ser prefeito!! O porque de tanta briga ,é muito dinheiro,com o que se tem já dá pra sanar os problemas do município ,imaginem todo esse orçamento?!!!! É anônimo você tem razão acho que o SENHOR EIKE TEM UM CONCORRENTE O XARLINHO!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. "Dinheiro é como o adubo: só serve quando espalhado." (Autor Desconhecido)

    ResponderExcluir
  7. E OS FUNCIONÁRIOS COM OS SALÁRIOS SUPER BAIXOS , O MINIMO TEM AUMENTO DE QUASE 15% E O PREFEITO DA MENOS DE 10% .ABAIXO COM ESSE PREFEITO VAMOS MUDAR.A ELEIÇÃO ESTA CHEGANDO NÃO VAMOS COMETER OS MESMOS ERROS,NOSSA CIDADE MERECE RESPEITO.

    ResponderExcluir
  8. Investimento em infra-estrutura já!

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item