Reforma Política: fim das coligações proporcionais e a coincidência das eleições majoritárias e municipais

Congresso vai acabar com as coligações proporcionais Os líderes dos maiores partidos políticos decidiram acabar com as coligações propor...

Congresso vai acabar com as coligações proporcionais

Os líderes dos maiores partidos políticos decidiram acabar com as coligações proporcionais.

Eis a nota do Correio, publicada na coluna "Brasília-DF":

A reforma política entrará na pauta da Câmara entre os dias 27 e 29 deste mês e dois temas serão prioritários: o fim das coligações proporcionais e a coincidência das eleições majoritárias e municipais. Ainda dentro da proposta, está o financiamento público de campanha, o tempo de TV e o fundo partidário para as pequenas legendas.

Para Marco Maia, os temas que têm mais chances de aprovação no Plenário são a coincidência na data das eleições, de forma que não haja mais eleição de dois em dois anos, e o fim das coligações nas eleições para deputados e vereadores, chamadas proporcionais.

O presidente da Câmara, no entanto, tem dúvidas quanto à viabilidade de outros pontos da reforma. “O financiamento público mobiliza o mundo político, mas não tem aceitação na sociedade. A Câmara mesmo já fez uma pesquisa e as pessoas majoritariamente se posicionaram contrárias, achando que não é razoável que o Estado brasileiro gaste bilhões de reais a cada dois anos financiando campanhas eleitorais”, argumentou.


Fonte: Ne Noticias com Correio Braziliense

Notícias Relacionadas

Política 4997248715925012182

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item