As opções do Rio para 2014 (para Governador)

Por Miguel do Rosário* O Rio vive uma situação inusitada para 2014. Todo mundo que lê sobre política sabe quem serão os candidatos para...

Por Miguel do Rosário*

O Rio vive uma situação inusitada para 2014. Todo mundo que lê sobre política sabe quem serão os candidatos para 2014. Mas ninguém REALMENTE sabe quem serão os candidatos. Lindbergh está aí, todo pimpão, trabalhando ativamente em sua campanha, apavorando cada vez mais um Sérgio Cabral ainda não totalmente recuperado de suas ressacas delta-parisienses. Protegido no interior de uma poderosa fortaleza partidária, o seu candidato Pezão ensaia timidamente algumas danças de guerra . Tanto um como outro, candidatos certos. Tanto um como outro, rodeados de incertezas.

As análises políticas sobre a situação no estado até o momento se limitam a chiliques reaças de blogueiros da Veja, torcendo o rosto para ambos os partidos, obviamente já fazendo campanha para o misterioso “intelectual” que o PSDB pretende usar como boi de piranha de Aécio Neves.

Mas a era tucana no Rio já passou. Agora as forças em combate são PMDB e PT, cujos caminhos divergentes no ano que vem correspondem, à grosso modo, a uma clivagem ideológica. Com o PT se agruparão as forças à esquerda, a juventude politizada, setores progressistas da classe média, movimentos sociais. Com o PMDB, ficará o centro político, a classe média mais conservadora, o empresariado, a grande mídia e a direita antipetista. O udenismo se diluirá entre verdes e tucanos.

Para o PMDB, a ruptura é negativa, por colocar em risco uma longa era de poder. No entanto, pode-se colher algumas vantagens, como um provável apoio da murdochiana mídia local. A partir do momento em que houver um embate entre os dois campos, o coração platinado tenderá naturalmente para o lado contrário ao PT.

Os Marinho estarão ocupados demais com o pleito presidencial e não deverão exercer influência substancial no estado, mas se Cabral e Paes conquistaram vitórias eleitorais esmagadoras mesmo com a Globo mordendo-lhe os pés, em punição a sua aliança com o PT; com o apoio da mídia, tornar-se-ão candidatos ou eleitores ainda mais competitivos.

http://www.riopolitica.com/2013/04/14/as-opcoes-do-rio-para-2014/

Notícias Relacionadas

Política 7755266521526774127

Postar um comentário

  1. Tem tb o Cesar Maia e talvez o garotinho e um candidato do tipo "Dane-se" Freixo, gabeira, romário etc,etc

    ResponderExcluir
  2. COM CERTEZA, O MELHOR NOME, DESTES QUE AÍ ESTÃO, É DE CESAR MAIA...NINGUÉM É PERFEITO, MÁS DOS QUE ESTÃO AÍ... PERGUNTE AOS FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA DO RIO, EM QUEM ELES VOTAM...E SÃO FUNCIONÁRIOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos estão se esquecendo do Lindinho, tenham cuidado ele pode vir e pegar de surpresa, fiquem atento, inclusive com um vice governador de peso.

      Excluir
    2. Que maravilha,se ele ganhar,pois é o único competente e ético.Os outros,todos conhecem,ou não?

      Excluir
  3. Os brasileiros trabalham 149 dias por ano, somente para pagar impostos e taxas para o governo. Colaborando assim para custear as suas mordomias... as viagens, auxílio paletó e outros....e o IDH - Índice de Desenvolvimento Humano baixíssimo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure se informar sobre o IDH dos últimos anos...

      Excluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item