Mais um partido autorizado no Brasil: PROS (Partido Republicano da Ordem Social)

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a criação do Partido Republicano da Ordem Social (Pros). Dos sete ministros da Corte eleitoral, cinco aprovaram o pedido de registro da 31ª legenda partidária brasileira. O resultado, contudo, não foi proclamado oficialmente porque a ministra Luciana Lóssio pediu mais tempo para analisar o pedido.

A ministra Laurita Vaz, relatora da ação que criou o Pros, informou que o partido apresentou 515,8 mil assinaturas válidas, pouco além das 492 mil necessárias pela legislação. Laurita foi seguida pelos ministros Gilmar Mendes, Henrique Neves, Castro Meira e pela presidente do TSE, Cármen Lúcia.

De acordo com o TSE, o Pros foi fundado em 4 de janeiro de 2010 e seu número de representação para as eleições será o 90.


Na próxima sessão da Corte eleitoral, os ministros deverão analisar o pedido de registro do Solidariedade, partido criado pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força. Ele afirma ter 520 mil assinaturas de apoio sua legenda. 


O TSE ainda tem na fila de processos o pedido da Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva. Ela corre contra o tempo para cumprir a exigência legal de 492 mil assinaturas até o dia 5 de outubro. A Rede tem pouco mais de 300 mil assinaturas validadas até o momento.

http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/tse-autoriza-criacao-do-31-partido-politico-o-pros,c6776dcc71a01410VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

Comentários

  1. MAIS UM PARTIDO PARA SUGAR O NOSSO DINHEIRO.

    ResponderExcluir
  2. "Nanico", pra puxar votos para os oportunistas que querem se dar bem, através da "ingenuidade" da população...

    ResponderExcluir
  3. "NANICO",para puxar votos para os partidos que querem ganhar às custas da "ingenuidade" da população...

    ResponderExcluir
  4. Sei que este comentário não vai ser aprovado.Mas é a realidade.Ou não?

    ResponderExcluir

Postar um comentário