PMDB-RJ faz denúncia no Ministério Público, TCE, PM e outros órgãos, sobre corrupção no Governo Luciano Mota em Itaguaí

O Globo, por


O presidente do PMDB-RJ, Jorge Picciani, protocolou nesta terça-feira representação em sete órgãos contra o prefeito do município de Itaguaí, Região Metropolitana do Rio, Luciano Mota (PSDB). Na denúncia, enviada ao Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado, Assembleia Legislativa, Secretaria de Segurança, Polícia Militar, Polícia Civil e Governadoria, o peemedebista relata possíveis casos de corrupção na prefeitura ... Na última segunda-feira, Picciani e Mota tiveram um desentendimento durante uma caminhada de campanha do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, na cidade.

O desentendimento entre Picciani e Mota começou quando o peemedebista quis afastar o tucano de Pezão. De acordo com Picciani, Mota apoia o candidato do PT ao governo do estado, Lindbergh Farias, o que não justificaria sua presença no corpo a corpo. Já o prefeito de Itaguai, por meio de sua assessoria, explicou que o PMDB está à frente do movimento “Aezão”, de apoio às candidaturas de Pezão e do tucano Aécio Neves (PSDB) à Presidência, por isso sua participação na caminhada. O movimento “Aezão” tenta sobreviver, após Aécio cair para terceiro lugar nas pesquisas de intenções de voto com a entrada da candidata Marina Silva (PSB) na disputa pelo Planalto. Hoje, Picciani e integrantes do “Aezão”, além de “Aécio, participam de uma caminhada em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

Durante o tumulto, Picciani foi cercado por seguranças de Motta e, segundo o peemedebista, intimidado. Já Mota, por meio de sua assessoria, afirmou que Picciani teria começado a confusão ao reagir de maneira agressiva à presença do prefeito.

...

Comentários

  1. bem se o governador pezao nao reagir a altura dessa afronta,entao lhes digo,nao merece ser governador deste estado

    ResponderExcluir
  2. Hoje tenho vergonha da bandeira desse partido.

    ResponderExcluir

Postar um comentário