ITAGUAÍ: INTERVENÇÃO FEDERAL JÁ! - por Sérgio Prata

Quem não tem o hábito de sair de Itaguaí, não tem a mínima noção de quanto todas essas notícias de fraudes e corrupções que envolvem os pod...


Quem não tem o hábito de sair de Itaguaí, não tem a mínima noção de quanto todas essas notícias de fraudes e corrupções que envolvem os poderes Executivo e Legislativo municipais estão sendo prejudiciais para todos nós. Nos últimos 3 meses eu tenho viajado bastante, e queiram ou não os meus acompanhantes, a maioria das conversas em outras paragens versam sobre política em todos os níveis, mas, quando a conversa chega na política municipal, tudo é voltado para o caos que se implantou na cidade, e todos ficam perplexos com a passividade com que o povo de Itaguaí trata toda essa situação.


E são perguntas como essas, que eu não consigo responder quando eu sou arguido:


Como pode um chefe do Poder Executivo (que foi eleito juntamente com seu Vice, que esteve ao seu lado por mais de um ano e meio), suspeito de ter conseguido desviar aproximadamente R$ 300 milhões em 2 anos de mandato, sem que o seu Vice e a Câmara Municipal percebesse?


Mesmo que o Vice não tenha participado dos possíveis desvios, como Gerente de um banco estatal que obrigatoriamente lida com toda espécie de recursos financeiros, por que se calou durante um ano e meio? Por que partiu para a oposição e passou a denunciar? Por que não afastaram o Vice também?


E o Presidente da Câmara Municipal que também foi acusado de ter recebido, pelo menos uma vez, um mimo de R$ 600 mil? Por que também não foi afastado do cargo? Quantos e quais os Vereadores que estão envolvidos nisso? Por que não foram afastados dos seus cargos? E o caso dos funcionários fantasmas? Tudo isso será “empurrado com a barriga” até as eleições de 2016? 


Em 2008, na cidade de Juiz de Fora – MG, por conta de um aumento de R$ 0,05 (isso mesmo, 5 centavos de Real) acima do que deveria ter sido, nas passagens dos ônibus municipais, o Prefeito teve seu mandato cassado e foi preso. Nesse caso específico, as investigações concluíram que o Prefeito, na época, combinou o aumento com os empresários, e que esse dinheiro do aumento (R$ 0,05) seria repassado para ele, o que daria em números, considerando que a metade da população de Juiz de Fora fizesse uso de apenas um transporte público de ida e volta, todos os dias, algo em torno de R$ 750 mil mensais limpinhos para o alcaide, por mês.


Eu poderia dizer que a cidade está parada, mas estarei faltando com a verdade. A cidade retrocedeu! A alegria natural do povo itaguaienese deu lugar ao pasmo! Existem centenas de cidades espalhadas pelo Brasil e dezenas de cidades no estado do Rio de Janeiro, que não tem em seu orçamento anual a quantia que foi desviada dos cofres públicos de Itaguaí todos os meses, e isso não é uma história recente. Tem gente no governo em exercício que está fazendo pose de íntegro, mas participou de bandalheiras em governos passados, e até em outra cidade.


Não dá para confiar em nenhum deles. Se é para investigar friamente, afaste todos e que entre uma intervenção federal no Executivo e no Legislativo de Itaguaí até as eleições de 2016!


Notícias Relacionadas

Prefeitura de Itaguaí 6991666583388731515

Postar um comentário

  1. Sérgio Prata, parabéns, por seu excelente, comentário !

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Sergio Prata. Mesmo você sendo colunista deste blog tendencioso, prova mais uma vez que a sua voz não se cala frente aos interesses de terceiros.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item