SEROPÉDICA: Defesa de Martinazzo espera derrubar cassação na Justiça - Cassação em Seropédica teria sido golpe encomendado

Processo poderá ser anulado na Justiça por erro primário: o advogado não poderia advogar O advogado Altair Soares, mais conhecido na Bai...

Processo poderá ser anulado na Justiça por erro primário: o advogado não poderia advogar
O advogado Altair Soares, mais conhecido na Baixada Fluminense como Cuca, poderá entrar para história como "vilão" e "mocinho" ao mesmo tempo. Procurador geral do município de Miguel Pereira, ele atuou como defensor dativo na sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Seropédica, que resultou na cassação do mandato do prefeito Alcir Martinazzo (PSB). Essa atuação ilegítima, segundo a lei, pode devolver o mandato a Martinazzo, anulando uma cassação na qual teria o dedo do mesmo Cuca, segundo revelam próprios membros da Câmara. Alcir não estava presente na sessão e acabou representado por Altair, que foi indicado pela mesa diretora da Casa para defender Martinazzo, depois de ter se oferecido para fazer isso. A indicação entretanto, admitem mesmos membros da Casa, já estaria planejada e Altair teria atuado na comissão processante prestando uma espécie de assessoria informal. A defesa do prefeito vai usar a legislação que impede procuradores de advogarem em casos alheios aos municípios que eles representam, para tentar anular a cassação.

http://www.elizeupires.com/index.php/1919-cassacao-em-seropedica-teria-sido-golpe-encomendado

Acusado de cometer varias irregularidades, entre elas a contratação de funcionários fantasmas, o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo (PTB), teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores em sessão extraordinária realizada na tarde de ontem. Segundo uma fonte ligada ao prefeito, o relatório final de uma comissão processante já estava pronto há mais de um mês, mas a votação vinha sendo protelada por um grupo que estava buscando "entendimentos políticos" para não decidir pela cassação do mandato. O prefeito reeleito em 2012 foi substituído ontem mesmo pelo presidente da Câmara, Wagner Vinicius de Oliveira, o Waguinho do Emiliano, mas os advogados de Martinazzo acreditam que poderão reverter a situação já na próxima semana na Justiça, com mandado de segurança para anular a votação. Eles entendem que a comissão processante fez um relatório e condenou o prefeito sem provas suficientes para isso. "Foi uma decisão puramente política. Um grupo quis tomar o poder e assim o fez, mas a Justiça está aí para corrigir isso", disse agora a pouco ao elizeupires.com um aliado do prefeito cassado.

http://www.elizeupires.com/index.php/1911-defesa-de-martinazzo-espera-derrubar-cassacao-na-justica

Notícias Relacionadas

Eleições 4223532996602755710

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item