Vereador de Itaguaí, hoje na oposição, durante o governo Weslei recebeu salário de quase 20 mil reais para ser diretor de escola com menos de 100 alunos, fora a esposa que recebeu no mesmo mês mais de 7 mil de salário - Foi assim que as contas da cidade foram para o buraco

Em recente pesquisa no Portal da Transparência da Prefeitura de Itaguaí, foi visto o nome de um vereador que hoje é da oposição ao Governo...

Em recente pesquisa no Portal da Transparência da Prefeitura de Itaguaí, foi visto o nome de um vereador que hoje é da oposição ao Governo atual mas era ligado ao ex-prefeito Weslei Pereira. Durante o mandato de Weslei, o vereador que ainda não tinha sido eleito vereador, recebeu quase 20 mil reais de salário, no mês de janeiro de 2016, para ser diretor do CEMAEE, uma Unidade Escolar com menos de 100 alunos em Itaguaí.

Além disso, o vereador tinha na mesma secretaria, sua esposa nomeada em cargo comissionado e que em janeiro de 2016 recebeu mais de 7 mil reais de salário. Hoje o vereador faz parte do grupo que votou para abrir uma CEP para averiguar denúncia de possíveis casos de nepotismo na Prefeitura de Itaguaí. Se fosse anos atrás, será que ele votaria para abrir essa CEP?

Desses vereadores da atual oposição, ele não é o único caso assim.

Veja os materiais relativos a esse vereador:

Abaixo, o quanto a sua esposa recebia em cargo comissionado na Secretaria de Educação. Não vamos colocar o nome dela pois respeitamos as famílias. Respeito esse que não existiu na hora de votar para atacar pessoas do atual governo mesmo não sendo caso de nepotismo.


Notícias Relacionadas

Notícias 5108749525664731901

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Semana

Recentes

Comentários

Visualizações do Blog

Twitter

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
item