ITAGUAÍ - GOVERNO RUBÃO ESTÁ COM ARRECADAÇÃO 40% MAIOR QUE NOS ANOS ANTERIORES MAS ECONOMIZA NA EDUCAÇÃO DEIXANDO ALUNOS SEM PROFESSOR PARA AS AULAS REMOTAS

Mesmo com arrecadação 40% maior que em anos anteriores, Governo Rubão insiste em economizar na educação dos alunos de Itaguaí. 

Ao invés de colocar 1 professor responsável pelas turmas com carência no Primeiro Segmento e professor nas disciplinas do Segundo Segmento com carência, o Governo Rubão está pagando 1 RET (hora extra) para uma ou 2 pessoas de cada escola prepararem os conteúdos a serem disponibilizados para os alunos das turmas e disciplinas com carência estudarem nesse período de pandemia. 

Se já é complicado para o aluno aprender algo nesse período tendo 1 professor dedicado a sua turma ou disciplina específica, imagina tendo 1 professor tentando dar aula para várias turmas e ganhando por 1 professor como hora extra!

Não estou criticando quem está ganhando esse extra para trabalhar e nem duvidando das suas capacidades mas sim da falta de noção do prefeito e sua equipe da Secretaria de Educação e Cultura estarem economizando em cima da qualidade da educação dos alunos.

Se o Governo anterior fez isso por alguns meses e várias pessoas que hoje estão a frente da atual gestão da Secretaria de Educação e Cultura falavam que era errado, por que estamos em final de maio, com 9 meses de Governo Rubão e o erro continua?

Será que o Ministério Público aprova essa situação?

A economia é de 1 milhão por mês só em RET (hora extra) por mês. Sendo que a cidade arrecadou 49 milhões de reais só em março de 2021. Sendo que 25% do arrecadado no total deve ser investido na educação e não vemos onde está sendo gasto esses muitos milhões.

Por isso sobrou 9 milhões de reais do FUNDEB em 2020 e deve estar sobrando muito dinheiro na educação de Itaguaí em 2021. 

Podia investir esse dinheiro que está sobrando para pagar os atrasados dos servidores, comprar notebook para os professores trabalharem e reformar as escolas que ainda não receberam reforma.

Comentários