CAOS NA EDUCAÇÃO REMOTA EM ITAGUAÍ

Mesmo sob risco de perseguição e mais processos judiciais por parte do Governo Rubão para me calar, não tem como não falar sobre isso!

A Secretaria de Cultura mas que também fala um pouco de Educação, preparou um bloco de atividades para o 1° Bimestre que deveria ter acabado no final de abril ou início de maio. Os conteúdos só atendiam ao planejamento de 1 Bimestre mas a maioria das escolas não conseguiu entregar as apostilas pois a SMEC deixou para as escolas imprimirem as apostilas nas impressoras das próprias escolas mesmo essas apostilas tendo quase 100 páginas cada uma e seria uma para cada aluno. Diversas escolas quebraram suas impressoras e copiadoras pois as máquinas não aguentaram essa demanda. Além dessa apostila da SMEC, tinham também as aulas semanais de cada professor que as escolas tinham e ainda tem que imprimir para cada aluno. A SMEC acha que as escolas devem usar os recursos do PDDE para isso mas a responsabilidade é da SMEC e tem que tirar o olho do PDDE das escolas!

As aulas remotas começaram em março de 2020 e essa atual equipe da SMEC assumiu a secretaria em julho de 2020. Só agora em abril de 2021 fizeram uma licitação para gráfica! Já fizeram licitação para diversas coisas que não tem relação com o ensino remoto mas a mais importante licitação só fizeram em abril de 2021.

Agora a SMEC deu ordem para usar a apostila do 1° bimestre no 1° e no 2° Bimestre. E o planejamento bimestral? E o conteúdos que os alunos precisam ver durante o ano por bimestre conforme a BNCC? 

Se já não bastassem as dificuldades para ensinar algo e aprender com o ensino remoto, esse tipo de falha do Governo, só piora a situação. Isso que dá deixar ex-vereador e indicados de vereadores dominarem a secretaria.

Vou enviar isso ao Conselho Municipal de Educação e outros órgãos para tomarem alguma providência pois está difícil ver a SMEC continuar tratando diretores eleitos, servidores e a educação como se estivessem ainda na década de 90.

Comentários